Rio de Janeiro – O número de moradias com microcomputador aumentou 11,2% de 2003 para 2004, o maior crescimento para os bens duráveis investigados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Em 2004, 16,3% das residências tinham microcomputadores, porcentual bem superior ao apurado em 2001 (12,6%).

O número de domicílios com computador ligado à internet aumentou 11% de um ano para o outro. A PNAD mostrou também que, do total das moradias do País, 87,4% tinham geladeira, 17,2% possuíam freezer e 34,5% contavam com máquina de lavar roupa. A televisão existia em 90,3% dos domicílios e o rádio, em 87,8%.

Segundo o instituto, em cinco anos (1999 a 2004) o porcentual de moradias com freezer decresceu de 19,6% para 17,2%, enquanto a proporção de moradias com geladeira subiu de 82,8% para 88,1%. De acordo com os técnicos do instituto, o número de geladeiras com duas portas está crescendo mais do que de uma porta.

Pesquisa

Uma pesquisa do Comitê Gestor da Internet no Brasil – em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com o Instituto Ipsos-Opinion, e com o Ibope//NetRatings – divulgada ontem revelou que 68% da população brasileira nunca utilizou a internet, e apenas 9,6% da população brasileira usa a rede diariamente.

Atividade escolar é o principal objetivo de quem usa a internet – 41% da população brasileira. Outro dado destacado na pesquisa é que 55% da população brasileira nunca utilizou um computador.

Jacqueline Farid
Data: Sexta-feira, 25 de novembro de 2005, 12h01
Veículo: Agência Estado

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *