(30/03/06) O ministro Gilberto Gil (Cultura) divulgou hoje nota com um pedido de desculpas ao ministro Hélio Costa (Comunicações), com quem trocou insultos ontem sobre o padrão da TV digital.

A nota divulgada pela assessoria de Gil informa que o texto lido ontem por ele durante aula inaugural da Escola de Comunicação da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) “não expressa sua opinião no debate governamental sobre a TV digital”.

Ontem Gil leu um cordel escrito por Luciana Rabelo, uma jornalista de Recife, em que Costa é chamado de “empresário boçal” e suas manifestações sobre a TV digital de “conversa #****#”.

“Fora do contexto a leitura pode parecer uma indelicadeza com o ministro das Comunicações, Hélio Costa. No entanto, o ministro Gilberto Gil esclarece que não foi essa sua intenção e que não conhecia a íntegra do conteúdo do cordel”, diz a nota.

O cordel diz: “Três modelos são usados/ em países estrangeiros./ Falta agora o brasileiro/ que já vem sendo estudado,/ mas não é incentivado pelo ministro Hélio Costa/ que com uma conversa #****#/ ‘só quer saber da imagem’/e do que traz de vantagem/ o comércio de resposta./ Hélio já quer escolher/ o modelo do Japão./ E nós, a população,/ queremos compreender/ por que não desenvolver/ um modelo brasileiro/ e trocar com o estrangeiro/ a nossa experiência?/ É preciso paciência,/ não pode ser tão ligeiro./ Nossa tecnologia/ poderá desenvolver/ um modelo de TV/ que nos dê soberania,/ impulsione a economia/ pra benefício geral/ e a política industrial/ tomará um novo impulso,/ mas é preciso ter pulso/ pro sonho virar real”.

Gil informou ainda que se deu conta das referências a Hélio Costa durante a leitura do texto e preferiu não censurá-lo, já que se tratava de uma aula sobre democracia e que “enquanto ministro do governo, chamava a atenção para se construir uma cultura de escuta e tolerância mesmo quando as críticas e manifestações ultrapassam certos limites”.

E a nota completa: “O ministro Gilberto Gil reitera o seu pedido de desculpas ao ministro Hélio Costa, que se mostrou ofendido por não ter conhecimento dessa contextualização.”

Também ontem, informado sobre as críticas de Gil, Hélio Costa respondeu: “Só lamento a deselegância do ministro [Gil” >. Não é à toa que alguns amigos dele o chamam de Gilberto vil. Eu entendo agora a razão deles.”

Na discussão da TV digital, o governo brasileiro estuda questões técnicas e contrapartidas oferecidas por representantes dos sistemas japonês (ISDB), europeu (DVB) e americano (ATSC). A decisão sobre qual padrão será escolhido é esperada para os próximos dias.

Da Folha Online

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *