(20/03/06) Um juiz federal dos Estados Unidos negou um pedido do governo norte-americano para que o Google fosse obrigado a entregar amostras de termos de buscas usadas por internautas no site da empresa. Apesar disso, a companhia foi obrigada a recolher informações sobre alguns endereços da Web indexados por seu sistema.

Em uma decisão de 21 páginas, o juiz James Ware disse que as preocupações sobre privacidade de usuários do Google fizeram com que ele negasse parte do pedido do Departamento de Justiça dos EUA.

O secretário de Justiça dos EUA, Alberto Gonzales, tinha intimado o Google a entregar as informações ao governo como parte de uma tentativa da administração George W. Bush em defender uma lei federal contra pornografia infantil na Internet.

“Eles terão de revelar o que os robôs deles encontram, mas não têm que revelar o que as pessoas estão buscando”, disse o especialista em lei de privacidade Andy Serwin sobre o sistema automático que o Google usa para catalogar informações dispersas na Web.

“A ordem dá ao governo o que ele provavelmente vai precisar, mas não o que ele queria”, disse Serwin, autor de “Internet Marketing Law Handbook”.

“O que a sentença significa é que nem o governo, nem ninguém mais, tem carta branca para pedir informações de companhias de Internet”, disse Nicole Wong, defensora do Google em comunicado publicado no site da companhia. O comentário completo está disponível em http://googleblog.blogspot.com (em inglês).

Por Eric Auchard e Adam Tanner, da Reuters
Tradução do Portal Terra

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *