de quando o Tancredo Neves faleceu, tínhamos tanta esperança de uma melhora significativa em nosso país, que não aconteceu. Acho que nunca esquecerei, pois é como esperar uma bicicleta de presente, e saber que ela não virá porque o caminhão de entrega furou o pneu e não chegará a tempo.

Autor: Joaquim Eduardo dos Santos, de sua casa, no bairro de Cidade Jardim, em Campinas – SP

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *