governador jose serra com usuaria. foto de gilberto marques(01/06/07) Na tarde ensolarada desta sexta-feira, 1º, a cidade de Indiaporã, a 600 quilômetros da Capital, no noroeste do Estado, recebeu a visita do governador José Serra para inauguração do posto do Acessa São Paulo, maior programa de inclusão digital do país.

“É verdade que o Acessa São Paulo é um investimento barato, mas tem uma utilidade social imensa”, declarou o governador. Ele aproveitou a oportunidade para anunciar que o Governo está “turbinando” esses postos de inclusão social por todo o Estado. “Só na Capital são 54. Eles serão todos transferidos para a prefeitura, que pode administrar melhor o programa que recebi da administração anterior”.

Apesar de os principais usuários do computador serem os jovens, o governador fez questão de observar que não tem idade para começar a descobrir os recursos dessa ferramenta. E ilustrou com seu próprio exemplo, admitindo que aprendeu a usar o equipamento aos 60 anos, em 2002, após a eleição presidencial. “Fui morar um ano nos Estados Unidos, na Universidade Princeton, e não teve jeito. Aprendi no tapa, rapidamente, porque precisava me comunicar e saber as notícias”.

Inclusão

Gerido pela Prodesp (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo) e vinculado à Secretaria de Gestão Pública, o Programa Acessa São Paulo tem como principal objetivo promover o desenvolvimento social, cultural e econômico da população do Estado de São Paulo.

O secretário de Gestão Pública, Sidney Beraldo, lembrou que, no mundo Moderno, quem não souber operar computador terá dificuldades para arrumar emprego e se comunicar. Portanto, é papel do Estado facilitar o acesso das pessoas a esse importante recurso. “Em Indiaporã, o Acessa São Paulo foi colocado junto a uma biblioteca para que as pessoas leiam mais e aprendam a operar o equipamento”.

O prefeito de Indiaporã, Ricardo Desidério Silveira Rocha, conheceu o Acessa São Paulo em suas idas à Secretaria de Estado da Juventude, na Capital do Estado. “Procurei saber como funcionava o programa e solicitei ao Governo do Estado a instalação de um posto em minha cidade”, conta, ao frisar a importância da iniciativa para aqueles moradores que não têm condições de comprar computador.

“Esse é um programa que gera pequeno custo ao Estado e resultado muito bom para a população. Parabenizo o governador por dar continuidade ao Acessa São Paulo em sua gestão. O que está funcionando precisa continuar”, defende o prefeito.

Usuários

A novidade agitou a cidade de Indiaporã, que possui 4,1 mil habitantes, a maioria vivendo na zona urbana (80%) e tem como principal atividade econômica a agropecuária, com destaque para criação de gado de corte e lavoura de grãos.

Quem esteve no posto do Acessa São Paulo recém-inaugurado gostou da idéia. Miller Henrique Soares, 19 anos, cursa o terceiro ano do ensino médio e disse que achou muito legal a chegada dos computadores gratuitos. “Agora vou fazer as pesquisas dos meus trabalhos da escola aqui, sem precisar gastar em lan house”.

O radialista Fábio Junuir Benicio de Lima destacou o fato de que a chegada do posto ajudará a manter sua cidade conectada ao mundo e ao desenvolvimento. “A rede mundial aproxima as pessoas, elas ficam mais informadas. Nem todos têm condições de comprar computador. O projeto é inovador. Os organizadores estão de parabéns. Os outros estados poderiam copiar essa idéia”.

Estrutura

Com cinco computadores com acesso à Internet, o posto do Acessa São Paulo recém-inaugurado tem capacidade para realizar 1.760 atendimentos por mês. Cada usuário pode utilizar o equipamento durante 30 minutos. Funciona na Rua Orozimbo Luiz Arantes, 1.153, centro (próximo à praça da matriz) de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, e aos sábados, das 8 às 13 horas.

Além da unidade de Indiaporã, na mesma data, as cidades de Vitória Brasil, na região de São José do Rio Preto, e Brodoswki, na região de Ribeirão Preto, também ganharam postos do Acessa São Paulo.

Com seis anos e meio de existência, o Acessa São Paulo contabiliza mais de um milhão de usuários cadastrados e mais de 23 milhões de atendimentos. Atualmente, o programa tem 406 postos espalhados por 353 municípios. Há, ainda, 50 postos em processo de implantação. A iniciativa gerou cerca de mil empregos diretos e indiretos.

De acordo com pesquisa da Secretaria de Gestão Pública, após a instalação dos postos, 82,9% dos usuários dizem que a Internet melhorou sua vida pessoal e 62,3% relatam melhora no desempenho profissional. Desde sua criação, a iniciativa recebeu investidos de R$ 31,2 milhões.

Viviane Gomes, da Agência Imprensa Oficial
Fotos de Gilberto Marques

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *