Quando viajo para o exterior sou uma enxacoca, porém não me considero uma vaníloqua.
Uau….não se preocupem vou traduzir:
Quando viajo para o exterior e não sei falar bem a língua do país, uso termos de outras línguas nas frases, porém não me considero uma pessoa que fala pelos cotovelos e não digo nada.
Na verdade, ontem comprei a revista “Lingua Portuguesa”da Editora Segmento- uma delícia do começo ao fim, vale a pena o investimento custa R$ 7,90 – e estou a fazer uma viagem pelo português.
A brincadeira acima tirei do artigo “A JUSTIÇA DO INSULTO”. Este artigo do Luiz Costa Pereira Junior fala sobre estas nuances sutis e desconhecidas do nosso rico idioma.
Anotem estes termos para usar em situações inusitadas:
graveolento=fedorento
janicéfalo = pessoa de duas caras, pouco confiável.
saberete=sabe-tudo pretensioso.
zuruó=biruta
cabrião=chato em alto grau.Acho que esta será muito usada…..
Porém cuidado com as brincadeiras, o interlocutor pode ter comprado a revista!
Hoje fiquei de contar a viagem que fiz a Taquarivai e como estou nesta viagem busquei – no livro ” A Origem dos Nomes do Municípios Paulistas”do Enio Squeff e Helder Perri Ferreira, uma jóia editada pela Imprensa Oficial em parceria com o Cepam- a origem deste nome. “Em Tupi, rio dos pés de taquara, rio onde se encontram taquaras, de takûara( taquara),´yba(pé, caule) e ´y (rios, águas).Sua referência por outro lado, é o rio Taquari( rio das taquaras), que corre a oeste da sede municipal e em cujas margens-daí o nome- sobejam taquarais”.
Fico tentada a reproduzir aqui o texto na íntegra que conta a história do município, mas acho que vai ficar “over”.
Fomos, Marineide e eu até Taquarivai dia 29 de abril.Havia uma celebração na cidade devido a abertura do local ” Centro de referência da criança e do adolescente- Espaço Amigo”.
Este nome foi escolhido por concurso entre os alunos de uma escola estadual.Tudo muito criativo e simpático.
Este espaço vai abrigar dentre outras atividades O projeto Guri e o Acessa São Paulo.
A Prefeita Maria Sebastiana Cardoso Brioste, vulgo Cecé- uma mulher pequena por fora e forte como uma rocha por dentro.Fiquei fã ao conhecê-la. Aliás as mulheres tem feito diferença nas administrações públicas. É claro que temos excessões…..
A cidade também recebeu uma retroescavadeira, que será muito importante nas obras.
A cidade tem cerca de 6.000 habitantes.
Quando entramos no posto do Acessa tinha um jovem conversando on line com um amigo no exterior. Ele estava muito entusiasmado com esta nova possibilidade de manter as novidades em dia com o amigo distante.
Tenho outras viagens programadas e vou sempre contar um pouquinho delas para vocês. Vou tentar retratar algumas peculiaridades deste nosso São Paulo neste blog.
Aqui vão algumas fotos de Taquarivai:

Marineide observa o papo internacional

Marineide observa o papo internacional

Eu falando com as crianças sobre a Internet

Eu falando com as crianças sobre a Internet

 A prefeita Cecé o vice com a retro

A prefeita Cecé o vice com a retro.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *