Ai ai ai…

Esofagite: Inflamação da mucosa que recobre o interior do esôfago. Pode vir acompanhada de um estreitamento no interior do conduto(estenose esofágica).

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Esofagite

Pois bem, foi assim que começou minha semana. Quem, em sã consciência, começaria um post falando sobre esofagite? Eu. :)

Talvez seja o clima seco que secou alguns de meus neurônios. Para isso, fui para a aula de hidroginástica acompanhado de minha consorte, afinal, ao chegar recentemente aos 30, notei que minha barriga já corresponde a uma de 40, logo, resolvi colocar músculos, articulações, gordura e afins em movimento. De touca na cabeça, sunga sob a voluptosa barriga e…tchbum!

Segundos de sabedoria 1: do Lat. consorte
s. 2 gén.,
pessoa que compartilha da sorte de outra;
pessoa que é partícipe com outrem de direitos ou coisas;
o marido ou a mulher em relação um ao outro.

A música era aquela de academia – dance music – que classifico como “música para quem começou há pouco no curso de inglês” ou “the books on the table music” – vocês já notaram que aquelas irritantes músicas não falam nada com nada?

Veja esse bizarro exemplo:
I’m a Barbie girl in a barbie world
Life in plastic its fantastic
You can brush my hair
Undress me everywhere
Imagination my life is your creation.

Come on Barbie, let’s go party!

A banda chamava-se Acqua, a música “Barbie Girl”.

Enfim… Estava lá, a figura da professora de hidroginástica, com sua roupa dry fit, seu tênis com sistema de amortecimento ultra super mega sofisticado e… eu com a minha touca e sunga – e toda aquela gordura se movimentando sob a água. Em dado momento ela falou:
“Agora vocês pulam com os joelhos pra cima, chutam pra frente, pro lado direito, pro lado esquerdo..” .
Tentei, juro que tentei. Me senti uma Carla Perez no concurso do É O Tchan no “Wet n´Wild”. Tive, naquele instante, meu momento P do dia (um dia conto sobre o que é).

E lá seguimos por mais alguns exercícios… de vez em quando, engolia um pouco d´agua aqui, acolá… e assim começou a semana. O post se chamaria “Por uma semana mais light“, tentei, mas não deu. Não comi hamburgueres, rodízio gaúcho, nhoque da sorte, pastel da feira, ao contrário, queria apenas que fosse uma tranquila semana. Foi mais ou menos.

Devo confessar que nossa rotina no Programa tem sido um tanto corrida – e nos esforçamos ao máximo para não deixar escapar nada; mas as vezes escapa. A Rede de Projetos começa um novo ciclo, boas perspectivas para o desenvolvimento do sistema online de informações, Ponlines 2006 e por aí vai.

Há sempre Gestores “nos braços do povo”, porém, com as férias de Antonio Celso, meu partner, não tenho tido tal oportunidade. Nada é mais bacana e importante que estar em campo, não duvidem de. Atualmente somos 51 Postos Comunitários.

Quero registrar que ontem, quinta-feira, Silvana Maieski (Gestora dos POPAI´s), num rompante, num devaneio, tentou esmagar o dedão direito de nosso querido Akira Shigemori, o “japonês da Incrusão Digital”, ao fechar seu dedo contra a porta do carro. Resultado: fomos a um evento onde Akira passou boa parte do tempo com o tal dedo mergulhado em gelo. Isso não se faz viu Dona Silvana!??!! :)

Por falar em Akira, hoje nosso intrépido gestor está com quem? Com Silvana, aquela que fechou seu dedão direito na porta do carro, em Bauru! È a equipe Acessa em movimento!

Ah, ia me esquecendo: tivemos algumas baixas em nossa equipe esta semana, devido ao terrível “Virose” – veja bem, não é A virose, é O virose. Instituímos “Virose” como um ser, uma entidade. Ele ataca sem piedade, sem dizer “Oi”, “Como vai?”, “bom dia”, “boa noite”. Quando você menos espera… tá lá o “Virose” em você, tá lá mais um corpo estendido no chão.

Só neste semana tivemos 2 ataques do Virose – um terceiro, em um apenso (não estou autorizado a dizer quem é, já sofreu demais essa semana). =)
Enfim, tivemos vários momentos de rei e rainha no Acessa São Paulo nesta semana tão….tão… tão seca.

Bom, chega de falar por hoje. Me despeço deixando uma outra letra, reforçando que há lirismo ao falarmos de tecnologia, com vocês, Língua de Trapo!

CONFORMÁTICA
(Ayrton Mugnaini Jr.)

Maria da Conceição é o nome da minha querida filha
Mas é melhor mudar para Dorothy
Porque computador não tem acento nem cedilha

Computador é resultado do progresso
Mas me parece que no fundo isso é conversa
Computador nasceu pra ajudar a gente
Mas no fim acabou sendo vice-versa

Informatização, informatização
A máquina evolui, o homem fica paradão
Informatização, informatização
A gente se deforma e se conforma com razão

Errar é humano eu sei
A gente é imperfeito de dar dó
Computador é muito mais perfeito
Inclusive sabe errar muito melhor

Mas não me chame de reaça ou saudosista
Computador é bom dentro dos conformes
Se acaba a força ou pára o terminal
A gente vira pro outro lado e dorme

Informatização, informatização?

Não tô mandando que você queime seus cartuchos de videogame
Só te lembro de não esquecer de que quem tem de jogar é você

Eu falo bem do que eu acho bom
Só no que eu acho ruim de pau eu caio
Esta sanfona é computadorizada
Tem um som bom e não dá bico de papagaio

Mas tem muita gente por aí que só aperta o botão e deixa tocar
Música feita só por computador
Acho que só computador pode gostar
Informatização, informatização?

www.linguadetrapo.com.br

Como diz o poeta “um bejo pras mina, um aperto de mão prus mano”. Inté o próximo post!

ps: um ótimo final de semana a todos nós!

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *