Salve Salve turma do blog!

Nova semana, energias se renovando e AQUELE frio… bah tchê, que frio piá!

Realmente tem alguma coisa fora da ordem… na verdade, várias coisas!

Meu “curintians” está em último lugar!!!!!!!!!!! Esse meu time que já rendeu tantas glórias, tantas emoções e… tantas raivas também! Me faz ter saudades de Baré, Gralak, André Luis, nosso bravo Dunga e tantos outros que NÂO ficaram na memória do corintiano. :)

Enfim… vamos em frente. Futebol é futebol e não se discute.

O mundo realmente está mudando, está mudado, mudou. Vejam que cena bizarra essa registrada no Rio de Janeiro ontem, 30 de julho:

O que estará pensando este Pinguim?

O que faz um pinguim cercado por 2 bombeiros marmanjos? Coitado do pinguim gente!!! Olha a cara dele… Em sua existência, pensou algum dia ver uma foto como essa? Meu Deus…

Sem inspiração alguma, vou terminando meu post de hoje, não sem antes deixar para vocês a letra de Fora da ordem, Caetano Veloso.

Fora da ordem
Caetano Veloso

Vapor Barato, um mero serviçal do narcotráfico,
Foi encontrado na ruína de uma escola em construção
Aqui tudo parece que é ainda construção e já é ruína
Tudo é menino e menina no olho da rua
O asfalto, a ponte, o viaduto ganindo pra lua
Nada continua
E o cano da pistola que as crianças mordem
Reflete todas as cores da paisagem da cidade que é muito
mais bonita e
muito mais intensa do que um cartão postal
Alguma coisa está fora da ordem
Fora da nova ordem mundial
Escuras coxas duras tuas duas de acrobata mulata,
Tua batata da perna moderna, a trupe intrépida em que fluis
Te encontro em Sampa de onde mal se vê quem sobe
ou desce a rampa
Alguma coisa em nossa transa é quase luz forte demais
Parece pôr tudo à prova, parece fogo, parece, parece paz
Parece paz
Pletora de alegria, um show de Jorge Benjor dentro de nós
É muito, é grande, é total
Alguma coisa está fora da ordem
Fora da nova ordem mundial
Meu canto esconde-se como um bando de ianomânis
na floresta
Na minha testa caem, vêm colar-se plumas de um velho cocar
Estou de pé em cima do monte de imundo lixo baiano
Cuspo chicletes do ódio no esgoto exposto do Leblon
Mas retribuo a piscadela do garoto de frete do Trianon
Eu sei o que é bom
Eu não espero pelo dia em que todos os homens concordem
Apenas sei de diversas harmonias bonitas possíveis sem juízo final
Alguma coisa está fora da ordem
Fora da nova ordem mundial

© Uns Produções Artísticas Ltda
64398390 BRMCA9100062

Ficha técnica da faixa

guitarra: Toni Costa
conga: Marcos Amma
pandeiro: Moreno Veloso
bateria, timbales e surdo: Marcelo Costa
tamborim e repique: Armando Marçal
baixo: Arthur Maia
teclado: Andres Levin
sample: Sacha Amback
vocal: Bebel Gilberto
vocal: Audrey Martells
vocal: Billy Carrion
vocal: Laurie Andriamampianina
vocal: Kazu Makino

fonte: www.caetanoveloso.com.br

Abraços a todos!

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *