(01/08/06) A Rede de Projetos funciona nos postos do programa Acessa São Paulo, dando suporte ao desenvolvimento comunitário por meio da utilização do computador, com foco na internet, e da metodologia da gestão de projetos.

Márcio ensinando internetOs objetivos podem ser os mais variados: enquanto em um posto se ensina noções básicas de internet para os interessados, do infocentro ACHAVE (ver ao lado o colaborador do projeto, Márcio Leandro Dias Muniz); outro promoveu capacitação para o primeiro emprego e ainda outro projeto buscou ajudar famílias a encontrar um membro desaparecido!

As atividades recomeçaram com o Ciclo 2, no dia 1o de agosto (terça-feira), com a abertura para as inscrições dos projetos. As inscrições vão até 21 de agosto, e podem ser realizadas neste link.

Qualquer um pode ser projetista: desde usuários comuns, voluntários, até monitores, supervisores, lideranças comunitárias… Todos podem desenvolver seus trabalhos contando com o apoio da equipe da Rede. Entre as novidades implementadas nesta nova fase estão visitas semanais aos postos para conhecer os projetos mais de perto. Isto cria uma grande equipe de trabalho e facilita o diálogo entre a equipe do projeto no posto e a equipe da Rede de Projetos.

Agora, os projetos realizados no interior do Estado de São Paulo, nos postos municipais, também poderão participar. No entanto, os postos Popais, ligados a serviços públicos, ainda têm certas restrições (fale com a supervisão do posto para verificar a possibilidade de participar).

Ciclo 1 e suas realizações
A Rede de Projetos foi criada originalmente em 2002, com algumas reformulações nos últimos anos. Em seu Ciclo 1, no primeiro semestre deste ano, contou com a participação de 35 projetos inscritos espontaneamente por projetistas dos postos AcessaSP comunitários da capital de São Paulo.

Robson, ex-projetista, atual membro da equipe da Rede de ProjetosUm dos projetistas que teve maior destaque foi o contador Robson Leandro da Silva (ao lado), de Jardim Morganti, Zona Leste da capital. Ele ofereceu um curso de História de São Paulo, que terminou com os participantes registrando suas experiências em blogs e fotologs na internet.

A iniciativa apaixonada do paulistano, abrigada pela Rede de Projetos, teve tanta repercussão que levou a reportagens nos jornais Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo. O principal, para ele, foi seu profundo desenvolvimento pessoal. Conta ele, ainda: “estava desempregado, fiz um projeto e, fora as repercussões para o trabalho, consegui me encaixar no mercado de trabalho de novo…” Hoje Robson faz parte da equipe organizadora da Rede de Projetos.

Saiba sobre mais projetos, detalhes e novidades da Rede de Projetos.

Maurício Kanno
Lidec – Escola do Futuro da USP
Programa AcessaSP

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *