de quando eu era jovem e só pensava em dançar, cabelo Black, pá, foi quando eu conheci uma garota por quem eu me apaixonei loucamente, larguei tudo, o álcool, etc…

E me dediquei a ela, me tornei um bobo, agradava ela em tudo que ela queria, meus colegas sempre diziam “abra o olho ‘jam’, essa mina te dá chapéu”, “ela só quer te zuar”, “ela tem outro”… Mas eu nunca acreditei, até que, um dia, ela me disse que tinha que viajar para a casa da sua tia em taubaté. Disse que tudo bem, mas como sou muito esperto, resolvi segui-la para tirar minhas dúvidas…

Foi quando peguei em flagrante, ela estava com um negão, camarada meu, sei até o seu nome, Claudinei… Por um momento, passou pela minha cabeça tirar minha própria vida, mas pensei melhor e vi que ela não me merecia, dei as costas e nunca mais falei com ela. Hoje, estou aqui para contar essa triste notícia. Quando se deparar com algo assim, pense bem, não cometa erros, respire fundo, agradeça a Deus pela sua vida…

Autor: Alessandro Queiroz, 21 anos, do Posto do AcessaSP de IndiaQuera (Itaquera), São Paulo – SP.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *