de quando eu tinha uns 10 anos e o meu ídolo, o meu super-homem, era o meu pai. Foi quando descobri que ele era alcoólatra e agredia minha mãe, só que ela nunca deixou transparecer para os filhos.

Até que por motivos banais ele agrediu a minha família e desapareceu todo aquele brilho que eu via nele como que por encanto…

Já faz tempo e não consigui esquecer a mágoa que ele me causou, ferindo meus sentimentos profundamente. Vejo que agora ele era um homem fraco porque bebia, minha mãe era uma mulher fraca porque aceitava e eu por mais que quisesse parecer uma pessoa forte sinto falta de um PAI que um dia era o meu sonho.

Autora: Edna de Souza, 26 anos, de Jd. Divinolândia, Guarulhos – SP.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *