que quando eu era pequena meu pai brincava comigo e me dava muito carinho, e que quando eu cresci e estava na adolescência eu fiquei um pouco rebelde, muita coisa que ele me falava eu não ouvia, ficava brava e muitas vezes acabava em discussão, mais ele sempre me dava tudo o que ele podia, nem tudo, mas o principal era amor, carinho e compreensão.

Quando eu estava com desesseis anos, infelizmente ele faleceu, e quando eu soube da notícia senti uma dor maior que tudo no mundo, pois apesar da rebeldia eu o amava.

Hoje com vinte anos, lembro de tudo o que ele me dizia e vejo que nada era por mal, mais sim para eu dar valor à vida e a minha mãe que eu tanto amo! Hoje vejo que tem coisas que acontecem para mostrar que o amor é maior que tudo, principalmente o amor de um Pai pelo seu filho!

Autora: Camila Cardoso, 20 anos, do Posto AcessaSP do centro de Ribeirão Grande – SP.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *