de quando estava apaixonada como nunca estive até hoje. Por ironia do destino ele morreu há um ano e meio, doença grave no coração. Só depois que ele morreu descobri através da mãe dele que ele havia terminado comigo por este motivo, porque não queria me ver sofrer.

Hoje sofro constantemente, sinto muito a falta dele!

Autora: Tatyane R. R., 20 anos, do Posto do AcessaSP de Padre Aldo Bolini, em Bragança Paulista – SP.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *