(24/11/06) A Google anunciou o lançamento de uma ferramenta web para leitura de livros digitalizados encontrados no portal “Book Search”.

Semelhante a aplicações como Google Maps e Gmail, o leitor funciona sem qualquer instalação e possui suporte a zoom ou modo de tela cheia.

Os livros continuam sendo disponibilizados em PDF, no entanto a novidade dispensa o uso do pesado Adobe Reader, o que oferece agilidade tanto no carregamento, quanto na navegação pelo documento e desempenho da máquina do usuário.

A partir de sua simples interface é possível alternar o modo de visualização entre uma página ou página dupla, enquanto um índice e um sistema de busca são mantidos o tempo todo à direita do texto. Opções de lojas onde o livro também pode ser comprado foram embutidas no leitor, bem como um link para o Google Scholar, para que os usuários encontrem trabalhos referentes ao livro em questão.

“Apenas clique em “About this book” para encontrar outros livros relacionados ao que você está lendo”, explicou Nathan Naze, desenvolvedor da Google, que afirmou que a página foi revisada para prover mais informações a respeito de livros com direitos autorais reservados, que possibilitará ao usuário ler curtos trechos de seu texto.

Esta não é a única modificação oferecida pela empresa com relação a arquivos em PDF. O serviço Google Docs (“docs.google.com”:http://docs.google.com/) já possui capacidades para salvar arquivos diretamente em PDF, sem precisar de qualquer tipo de conversor ou software proprietário.

O projeto “Book Search” ainda é limitado, mas diversos parceiros, incluindo entre eles bibliotecas de universidades, estão ajudando a ampliar sua base. Recentemente a Universidade Complutense, de Madri, Espanha, assinou uma parceria para publicar 3 milhões de livros no sistema.

Porém, a iniciativa também é alvo de críticas de detentores de direitos autorais. Em outubro de 2005, a Author´s Guild, sociedade de autores que, entre outras coisas, zela pela proteção do copyright de seus associados, abriu um processo contra a Google. Em outubro de 2006, a editora francesa Le Syndicat National de l’Edition se juntou a Le Martiniire Groupe em outro processo contra o serviço.

Notícia retirada do site Geek 2006: http://www.geek.com.br/modules/noticias/ver.php?id=3850&sec=6

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *