(27/04/07) O Parque da Juventude, antigo Presídio do Carandiru, onde hoje há o maior posto AcessaSP, terá uma atração especial durante o mês de maio: o projeto Cinema ao Ar Livre.

Trata-se de um ciclo de filmes brasileiros que tem como objetivo a democratização do cinema. A entrada será gratuita e a expectativa dos organizadores é reunir cerca de mil espectadores por sessão.

O evento ocorrerá nos dias 1º, 5, 6, 11, 12 e 13 de maio, com exibições digitais a partir das 19 horas, no gramado do parque.

A entrada mais próxima é pela Portaria 3 – Ataliba Leonel; também é possível o acesso pela Portaria 1, Zaki Narchi. É próximo à estação Carandiru do Metrô.

É aconselhável que o público leve de casa uma cadeira, toalha ou almofada para se acomodar no gramado onde acontecerão as sessões.

Para viabilizar um cinema ao ar livre, a Rain levará uma tela de cinco metros de altura por nove metros de largura, medidas equivalentes a uma tela de cinema tradicional. Essa tela será montada em uma estrutura metálica conhecida como box truss. Um projetor digital de alta definição estará posicionado a 40 metros da tela. Conectado a este projetor, um player digital Rain com todos os filmes armazenados estará no ponto para exibir os filmes nos horários programados.

A realização é da Rain Brasil Cinema Digital, com patrocínio da Sony Ericsson, apoio do Governo do Estado de São Paulo, do Parque da Juventude, e do Ministério da Cultura.

Programação

1o de maio

20 horas: Antonia (Classificação indicativa 12 anos)

Vila Brasilândia, periferia de São Paulo. Preta (Negra Li), Barbarah (Leila Moreno), Mayah (Quelynah) e Lena (Cindy) são amigas desde a infância e sonham em viver da música. Elas deixam o trabalho de backing vocal de um conjunto de rap de homens para formar seu próprio conjunto, o qual batizam de Antônia. Descobertas pelo empresário Marcelo Diamante (Thaíde), elas passam a cantar rap, soul, MPB e pop em bares e festas da classe média. Mas quando o sonho delas parece começar a se tornar realidade o cotidiano de violência, machismo e pobreza em que vivem afeta o grupo.

5 de maio

19 horas: Trair e coçar é só começar (classificação indicativa 10 anos)

Comédia de costumes que trata da história da intrometida e confusa empregada Olímpia (Adriana Esteves) que, em poucas horas, consegue armar diversos mal-entendidos na vida de seus patrões, Ínes (Bianca Byington) e Eduardo (Cassio Gabus Mendes), e os demais à sua volta.

21 horas: Anjos do Sol (classificação indicativa 14 anos)

Abordando de forma honesta a miséria e o drama de meninas que trabalham com prostituição infantil, o longa de estréia do cineasta Rudi Lagemann acompanha a trajetória de Maria (a novata Fernanda Carvalho), que, nascida na Bahia, é vendida pelos pais e vai parar numa vila amazonense sob a tutela de Saraiva (Antonio Calloni), que explora sexualmente inúmeras outras garotas, incluindo a durona Inês (Bianca Comparato).

6 de maio

20 horas: Irma Vap – O Retorno (Classificação Livre)

Um produtor decide remontar o sucesso teatral “O Mistério de Irma Vap”, enfrentando problemas para escalar o elenco e conseguir a autorização para a nova produção. Dirigido por Carla Camurati (Carlota Joaquina, Princesa do Brasil) e com Marco Nanini e Ney Latorraca.

11 de maio

21 horas: Vinicius (classificação indicativa 14 anos)

A realização de um pocket show em homenagem a Vinícius de Moraes por dois atores, é o início da reconstrução da carreira do cantor e compositor. Nascido em 1913 no Rio de Janeiro, Vinícius de Moraes testemunhou e foi personagem de uma série de transformações na cidade, tendo criado para si um dos percursos mais relevantes da cultura brasileira no século XX.

12 de maio

19 horas: Doutores da Alegria (classificação livre)

O dia-a-dia dos hospitais que recebem visitas do grupo Doutores da Alegria, formado por atores que se vestem de palhaços para alegrar as crianças internadas. A transformação pela qual o ambiente passa com a simples presença dos palhaços, proporcionando cenas engraçadas e ainda presenciando depoimentos tocantes ao lado dos pacientes, seus pais e médicos.

21 horas: Zuzu Angel (classificação indicativa 14 anos)

Nos anos 60, a ditadura militar faz o Brasil mergulhar em um dos momentos mais tristes de sua história. Alheia a tudo isto, Zuzu Angel (Patrícia Pillar), uma estilista de modas, fica cada vez mais famosa no Brasil e no exterior. Paralelamente seu filho, Stuart (Daniel de Oliveira), ingressa na luta armada, que combatia as arbitrariedades dos militares. Após uma ligação anônima informando que seu filho havia sido preso, Zuzu Angel inicia uma luta contra os militares em busca do corpo de seu filho.

13 de maio

20 horas: Cinema, Aspirinas e Urubus (classificação indicativa 12 anos)

Em 1942, no meio do sertão nordestino, dois homens vindos de mundos diferentes se encontram. Um deles é Johann (Peter Ketnath), alemão fugido da 2ª Guerra Mundial, que dirige um caminhão e vende aspirinas pelo interior do país. O outro é Ranulpho (João Miguel), um homem simples que sempre viveu no sertão e que, após ganhar uma carona de Johann, passa a trabalhar para ele como ajudante. Viajando de povoado em povoado, a dupla exibe filmes promocionais sobre o remédio “milagroso” para pessoas que jamais tiveram a oportunidade de ir ao cinema. Aos poucos surge entre eles uma forte amizade.

Informações de http://www.rain.com.br/ e da Administração do Parque da Juventude

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *