(26/04/07 – Reportagem AcessaSP) Você já recebeu uma mensagem como esta?



(Tradução: Pedro te adicionou como amigo; Pedro é seu amigo? Por favor, responda ou Pedro pode pensar que você disse não; símbolo de tristeza)

Tagged é um site parecido com o popular orkut, em que você vai adicionando amigos à sua rede social. Uma diferença ruim é o fato de ser lotado de propaganda bem chamativa, nas laterais e topo das páginas, além de pop-ups (novas janelinhas que abrem na tela).

Não tem “comunidades” como o orkut, mas tem dispositivos para colocar vídeos, como o MySpace (campeão em redes sociais no mundo), e inclusive montar apresentações em slides.

O Tagged existe desde 2004, sempre com baixa visitação, mas teve um super-crescimento de cerca de 800% entre o fim de 2006 e o início de 2007, conforme o gráfico do Alexa (serviço que mede o acesso aos sites mais visitados da internet), abaixo.

Está se tornando recorrente o envio de convites para “amigos” entrarem no Tagged, tanto que foi apelidado de “spam 2.0″ no blog do sérvio Istok Pavlovic (“spam”, por serem consideradas mensagens inúteis enviadas em massa; “2.0″, por contar com a “colaboração” de várias pessoas).

O problema é que nem sempre esse convite é feito conscientemente e de bom grado pelo remetente. O que explicaria o fato de até mesmo listas de discussão (um e-mail que não é de uma pessoa só, mas usado para mandar mensagens para um grupo) serem convidadas como “amigas” de rede social das pessoas.

Convidando sem querer

O canadense Shane E. descreve em seu blog (em inglês) como acabou enviando, sem querer, convites para cada pessoa para quem já mandou um e-mail na vida: “Foram mensagens em meu nome para departamentos de atendimento a clientes de uma dúzia de empresas, companhias de cobrança, conhecidos, meu pastor, meus professores da faculdade!”

Ele conta que teve que se explicar para muitos que estranharam sua mensagem, por não ter contato suficiente para serem considerados “amigos”… Como se não bastasse, Shane continua: “Depois de três dias, Tagged reenviou os convites para todos!”

Qual foi o problema? Por parte do usuário, o problema é distração. Shane admite que não havia reparado, mas tinha clicado OK em uma página do cadastro, sem perceber que, mais abaixo, estavam listados todos os seus contatos de e-mail!

É como diz Jorge, um dos que comentaram no blog Techbits: “O site pergunta se você quer enviar convites para sua lista de contatos. Acontece que as pessoas têm mania de não ler, ou ler apenas o primeiro parágrafo.” De fato, ao se fazer um teste, não se encontram problemas. Se o usuário faz a escolha de não fazer convites, eles não são enviados; acontece o mesmo se a página é fechada. Assim como fez o sérvio Pavlovic: ele desmarcou o envio de convites.

O problema é que, logo no cadastro, você é obrigado a passar pela fase de ver uma lista com seus contatos; e, por padrão, todas as pessoas da sua lista de e-mails ficam marcadas para receber o convite. Então, qualquer passo em falso, as mensagens são enviadas.

Casos

Elaine Santos, estagiária na Escola do Futuro, também enviou sem querer e sem saber o convite-spam para todos seus contatos, incluindo listas de discussão. Mesmo, conforme ela diz, tendo fechado a página, no momento em que percebeu todos seus contatos listados.

Há ainda outros casos, como o de Jaime Daniel Leandro, presidente da ONG Ludus Culturalis, que tem certeza de não ter enviado convites para ninguém, apesar de muitos de seus contatos afirmarem terem recebido mensagens em seu nome. Não se lembra se alguma vez sequer entrou no site do Tagged.

Já Regina Fazioli, diretora da Biblioteca Virtual do Estado, não tem queixas: “É mais uma rede para que possamos nos manter em contato.” Ela confirma ter enviado os convites, conscientemente. “Não se preocupe, caso não queira, é só não entrar.”

E-mail e senha

Mas como é que Tagged consegue listar todos esses e-mails? O fato é que, para fazer seu cadastro, é exigido que você informe a senha do e-mail fornecido, para que o site possa acessar a lista de contatos do seu e-mail.

Se o e-mail que você tiver fornecido não estiver entre os que Tagged “investiga”, como é o caso do BOL, por exemplo, ele vai pedir explicitamente para que você informe o seu e-mail e senha de um e-mail que você possua, entre os listados: Yahoo, Hotmail, Gmail, AOL, MSN (ver imagem abaixo). Selecionando um deles, o site puxará seus contatos para enviar convites, sempre com a opção de não enviar.

Estratégia repetida

Há outros sites de redes sociais que também puxam seus contatos de outras redes, pedindo endereço e senha de seu e-mail, como o Beltrano, o LastFM, além do Gazzag. Podem puxar até sua rede do Orkut!

Nos casos de Beltrano e LastFM, você só puxa os contatos se você quiser, e apenas depois do processo de cadastro no site, num processo bem mais explícito. O Gazzag é o mais invasivo e semelhante ao Tagged, por oferecer puxar contatos durante o cadastro, e com isso também tendo espalhado um bom lote de convites-spam para desavisados; mas não é tanto como o Tagged, porque Gazzag oferece a opção de pular essa etapa, e deixa evidente que isso é opcional.

A pesquisadora da Escola do Futuro Lilian Starobinas faz uma conclusão ética: “Montar uma rede social pode ser de interesse do próprio internauta, mas precisa passar por uma decisão consciente”.

Ao contrário dos temores de alguns, não há registros de que o site espalhe vírus, apenas propagandas caóticas, na própria página. O site não respondeu ao pedido de esclarecimento da reportagem.

Por Maurício Kanno,
Equipe de conteúdo do Portal AcessaSP

[ Leia comentários de internautas na Folha Online ” >

[ Clique aqui para relatar sua experiência com Tagged ou outras redes sociais. ” >

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *