Brasão
O uso de brasões começou na Idade Média. Os cavaleiros medievais utilizavam esses símbolos para se distinguir nas guerras, normalmente desenhos diferentes em seu escudo ou armadura. A maioria das pessoas já deve ter visto, em algum tipo de documento oficial, o brasão de armas do Estado de São Paulo. Mas, afinal de contas, o que significa este símbolo? Veja-o aí em cima e diga se já não viu antes.

Você sabe o que é um brasão? Pois bem, um brasão é um símbolo que teve origem há muito tempo atrás, no tempo dos cavaleiros medievais que defendiam seus castelos dos perigos dos ataques inimigos. Eles usavam esses símbolos para se distinguir nas guerras por seus respectivos brasões. Como em um campo de futebol: cada time tem seu escudo e cor de uniforme.

O tempo passou, os cavaleiros medievais não existem mais, porém alguns países continuaram com esse costume. Como nossa terra foi colonizada por portugueses que continuaram usando esses símbolos, logo, o Brasil adotou os brasões como símbolo de suas cidades e estados.

Nosso brasão foi criado durante a Revolução Constitucionalista de 1932, aquela em que São Paulo quase fica independente do Brasil (clique aqui para ver o artigo sobre isso). Para arrecadar dinheiro para a guerra, foi feita uma campanha: “Ouro para o bem do Brasil”. Essa campanha foi criada para que os paulistas doassem suas jóias e o que tinham de mais valor para que fosse financiado o exército paulista.

Vamos dividir o símbolo em partes para entendê-lo melhor: No escudo, uma espada com o punho brilhante sobre o cruzamento de dois ramos de louro e as letras SP em cor de prata. Acima disto uma estrela de prata, com cinco pontas. O escudo está sobre ramos de cafeeiro (árvore do café) com vários frutos. E há a frase ‘Pro Brasilia fiant eximia’

Todo Brasão é feito sobre um escudo, como na Idade Média. A espada demonstra ao mesmo tempo a força e a justiça. Pois ela é símbolo de ataque, mas também de defesa contra um golpe inimigo.

As folhas de louro são símbolo da vitória. Eram usadas desde a Grécia antiga. Nas primeiras maratonas, os campeões não levavam medalhas de ouro, e sim coroas feitas destas folhas, o louro.

Os ramos de café, que estão embaixo do escudo, são por causa da economia do nosso estado que, desde a época da D. Pedro II, era baseada no café. Este era bastante caro na época, pois era visto praticamente como um ?combustível? para os funcionários que tinham que trabalhar até 16 horas nas fábricas espalhadas pelo mundo (é também de onde se originou a expressão ? hora do cafezinho).

A frase ‘Pro Brasilia fiant eximia’ está escrita em latim e significa ‘PELO BRASIL FAÇAM-SE GRANDES COISAS’.

Leia mais:

Heraldica
Brasões
Brasões dos estados do Brasil

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *