Novo espaço de leitura, integrado a posto do AcessaSP, não exige documentos para empréstimo de livros

Secretário da Gestão Pública Sidney Beraldo assina termo de cooperaçãoUm novo espaço de leitura está à disposição dos cidadãos da cidade de São Paulo desde as 11h deste dia 23. O “Acessa Livro”, como foi batizado, é novo também no jeito de administrar o empréstimo e o uso dos livros que fazem parte do seu acervo.

No “Acessa Livro”, não é preciso se cadastrar, nem mesmo apresentar documentos, para poder ler e pegar livros emprestados. Quem quiser, pode levar livros para casa, e o compromisso com a devolução fica por sua conta. E o usuário que quiser também pode doar obras para que outros possam aproveitar.

João Sayad, secretário da Cultura, define a iniciativa como “mais um passo no esforço para democratizar e universalizar o hábito da leitura”. A Secretaria de Cultura é responsável, por meio do programa “São Paulo, um Estado de leitores”, pela criação do novo espaço.

Parque da JuventudeO nome da biblioteca parece familiar? É que ela divide espaço com o posto AcessaSP do Parque da Juventude, e conta com a parceria da Secretaria da Gestão Pública em sua implementação. “Além de um programa de inclusão digital, o AcessaSP é, sem dúvida, um espaço de convivência social e, por isso, também estamos oferecendo aos freqüentadores a oportunidade da leitura. Este projeto é um ótimo exemplo de como podemos ampliar os resultados de nossas políticas, trabalhando em parceria, para atender cada vez melhor os cidadãos”, disse o secretário da Gestão Pública Sidney Beraldo.

A integração do “Acessa Leitura” com o posto do Parque da Juventude leva em consideração o grande fluxo de usuários – são feitos mais de 15 mil atendimentos por mês -,que são principalmente jovens de 15 a 24 anos. Antônio Carlos de Oliveira, coordenador do AcessaSP, crê que se trata da “público ideal para que se faça um trabalho inédito como este de estímulo à leitura”.

Para quem gostou da idéia e quer visitar o local, o posto Parque da Juventude fica na Av. Cruzeiro do Sul, 2.500, ao lado da estação Carandiru do Metrô. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h30.

Por Marina Iemini Atoji, da Equipe de Internet e Comunicação do Lidec, com informações da Secretaria de Gestão Pública e Secretaria de Cultura

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *