da minha infância em que eu e meus irmaos brigavamos muito. Minha mãe achava que isso fosse durar para sempre e que jamais fosse ver os filhos unidos. Hoje aos 32 anos, posso dizer que somos mais que irmãos, somos unidos e amigos, em tudo. Lamento apenas a separação de meus pais, que depois de 34 anos de casados se separaram. Mesmo assim,fico feliz e agradeço a Deus por estar presente em nossas vidas e ao lado de minha mãe que é a pessoa mais importante.Se as coisas aconteceram desta forma é porque tinha que ser assim.

Autora – Lauriane Cristine Vaz Florencio, 32 anos, de São Paulo.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *