da primeira vez, eu era jovem, curioso e querendo descobrir as coisas da vida, meio que timido, entrei cabisbaixo, com medo, mais tive coragem para pedir.

Ela veio, num copo americano, transparente, com cheiro de produto de limpeza inicialmente, tomei o primeiro gole, quente, desceu rapido, e assim foi indo a garrafa goela abaixo, não inexplicavel a sensação de poder beber a primeira dose de cachaça das boas…

Autor: Wellington, 29 anos, de São Paulo

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *