A senha é um dos principais recursos para proteção de dados confidenciais na Internet. Mas para que ela funcione realmente, é preciso tomar alguns cuidados na hora de criá-la. Confira as dicas!

Para que você vai utilizar a senha
Antes de fazer uma senha avalie a relevância das informações que serão protegidas por ela. Por exemplo, se estiver criando uma senha para um endereço de e-mail pessoal, não é necessário que seja muito complexa. Mas se for para utilizar em serviços como banco online, o ideal é aumentar o grau de dificuldade.

Complexidade
Quanto mais complexa for a seqüência de caracteres, mais segura é a senha. Ou seja, se utilizar códigos variados, alternando números e letras e sem uma ordem lógica a senha será mais difícil. Evite usar combinações que façam parte da sua vida, como nome, sobrenome, data do seu aniversário ou número de telefone. Símbolos (*, #, @, _) também dão maior grau de complexidade às senhas, mas não são todos os serviços que aceitam.

Cuidado com anotações
Não anote senhas eletrônicas em papéis, nem salve em arquivos digitais desprotegidos. O ideal é criar um documento no editor de texto para anotar todas e protegê-lo também por uma senha. Assim você só terá que decorar uma combinação.

Atualize sempre
É muito importante atualizar senhas e logins periodicamente. Dependendo do tipo de informação que você quer proteger a dica é trocar a senha de três em três meses. E evite também utilizar a mesma senha para todos os sites. Porque se em um deles ela for descoberta será fácil para o criminoso chegar a todos os outros.

Por Larissa Januário, do Portal AcessaSP

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *