das doideras que fiz durante minha adolescência. Sempre fui alta, bonita, aparentava ter sempre mais idade. Aos 13, 14 anos já saia pra noite, baladinhas, barzinhos, pros bailes de carnavais que tinha em clubes, só voltava no outro dia cedo. Já bebia, fumava, ficava com muitos garotos… Aproveitava ao máximo tudo que me acontecia.
Aos 15 fui p/ o Japão, trabalhei, morei sozinha com minha irmã, tive que aprender a ser independente. Mas foi a melhor experiência de vida que eu pude ter. Aos 17, voltei p/ o Brasil, não passava um dia sem sair de casa, baladas, raves, bares, shows… Tudo eu frequentava, até o começo desse ano.
Não posso reclamar da vida e da liberdade que tive. Zoei demais, mas sempre com responsabilidade.
Hoje estou com 23 anos, sou enfermeira, casada e grávida do meu primeiro filho, e nunca estive tão feliz, pois todas experiências que tive só me fortaleceram, pra que hoje, mesmo nova,eu possa ver alegria e beleza nessa nova etapa da minha vida…
Positive vibration sempre!!!
A vida é muito curta pra se arrepender, por isso faça o que voce quiser!!

Autora: Vivian, 23 anos, SP.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *