Com o processo de inclusão digital cada vez mais acelerado, o número de pessoas que usa a internet para suas tarefas cotidianas tem aumentado. Além de sites de notícias, muitos procuram emprego e mandam currículos, participam de listas de discussão e fóruns, além, claro, das redes sociais (como Orkut, Facebook e HI5). Em cada lugar há um nome, usuário e senha, ou apelido. Essa é a sua identidade na web.

Procurar emprego é uma das atividades que foram facilitadas pela internet. Há uma grande variedade gratuita de site de emprego (para ficar só nos mais conhecidos, há o InfoJobs, Curriculum e Vagas). Mas é preciso tomar alguns cuidados quando for preencher o cadastro.

Um dos itens mais importantes é o endereço. Deixar o seu endereço online pode ser perigoso. Alguns sites permitem que seu endereço seja acessível apenas para as empresas que querem te contratar. Se houver essa opção, use-a. Caso contrário, a regra geral é não colocar esse tipo de informação.

Outro dado normalmente pedido é o telefone. Como uma grande parcela da população possui celular, a recomendação é cadastrar esse número. O telefone residencial pode ser rastreado e, com ele, ter o seu endereço descoberto. Dê preferência para o cadastro de celulares.

Redes Sociais
Não é apenas nos sites de emprego que é preciso ter cuidado. Os mecanismos de busca encontram informações de diversas pessoas, através daquilo que a própria pessoa deixou disponível. As redes sociais são a principal fonte para essas informações. Portanto, é preciso ter cuidado com todos os cadastros feitos na internet, especialmente nas redes sociais.

Nos cadastros desses sites, é possível colocar endereço completo, telefone e CEP. Evite publicar esse tipo de informação, mesmo que apenas para os amigos. Essa informação não é importante para os seus amigos – aqueles que quiserem podem te perguntar e você informa de uma maneira mais segura.

Além disso, é importante manter suas informações organizadas: muitos empregadores usam as redes sociais para buscar o perfil dos candidatos antes de chamá-los para entrevista. Portanto, esteja atento.

Senhas
Já falamos aqui sobre criar uma senha segura. Mas além disso, é importante que você trate sua senha na internet como sua senha de banco. Isso significa: não passe a sua senha a ninguém, nem mesmo amigos, parentes, namorado (a) ou marido (esposa). Passar a senha de e-mail, rede social ou qualquer outro cadastro para alguém é um dos erros mais graves e mais cometidos. Um descuido da outra pessoa e sua identidade online está em risco.

O Google possui algumas orientações de segurança, direcionadas a usuários do Orkut, mas que valem para qualquer cadastro. Vale a pena conferir.

Tomando alguns cuidados, a sua navegação será divertida e segura.

Por Felipe Lobo, do Portal AcessaSP

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *