que um dia podíamos ir e vir e hoje mal podemos nos mover. Mas graças a Deus ainda podemos viver.

Autor: Felipe Nascimento Costa, 22 anos, Cosmorama-SP

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *