Captcha: ferramenta para distinção de humanos e programas

Está lá você fazendo o cadastro ou pronto para enviar uma mensagem no Fale Conosco de algum site e ele aparece. Aquele bando de letrinhas tortas que pedem que você interprete e escreva ao lado. Você sabe para que serve isso?

Essas letrinhas são chamadas de CAPTCHA (“Completely Automated Public Turing test to tell Computers and Humans Apart” ou, em português, Teste Turing público completamente automatizado para diferenciar computadores e humanos).

O teste Turing é uma maneira de saber se uma máquina é inteligente ou não. Nesse caso, porém, o CAPTCHA é um Teste Turing invertido, que visa identificar se quem manda a mensagem é um ser humano ou um programa de computador.

Captcha Moderno: distorções maiores para dificultar leitura dos programas de reconhecimento

Esse é um recurso usado por diversos sites como forma de previnir-se de uma enxurrada de spams, as famosas mensagens indesejadas. Alguns programas são desenvolvidos para encontrar ferramentas de fale conosco e enviar dezenas de mensagens contendo vírus, pragas ou mesmo propaganda. O uso de uma ferramenta como o CAPTCHA inibe grande parte desse tipo de ação.

Assim como todo mecanismo de defesa, o CAPTCHA não é 100% eficiente. Há programas que começam a reconhecer as letras, mesmo distorcidas. Com isso, novas formas de criar esse recurso são feitas, usando linhas contorcidas ao fundo – que confundem a leitura dos programas – e letras dispostas de maneira menos alinhadas – o que pode ser facilmente reconhecido por um humano, mas que exige mais de um programa de reconhecimento automático.

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *