Evento ocorreu junto com o lançamento do programa de moradia acessível, junto com a CDHU

No dia 25 de setembro, entrou no ar o site da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência – http://www.pessoacomdeficiencia.sp.gov.br – , o primeiro portal totalmente acessível da área governamental no Brasil. Para a titular da pasta, Dra. Linamara Rizzo Battistella, “a acessibilidade digital é tão importante quanto a acessibilidade ambiental, pois sem as ferramentas adequadas, há dificuldades na comunicação e nas relações entre as pessoas com e sem deficiência”. A Internet é importante ao “proporcionar emprego, interação, conhecimento e informação e tornar a pessoa com deficiência uma cidadã mais exigente, mais informada de seus direitos e cidadania”, complementou a Secretária.

O Portal possui aprovação de certificadores nacionais e internacionais: W3C – WAI-AAA, HHTML 1.0, CSS 2.0, Examinator e Acessibilidade Legal. Possui recursos como aumento de fonte para usuário com baixa visão, contraste que atende principalmente a pessoa daltônica, acessibilidade para diferentes leitores de tela e vídeos legendados que atendem ao usuário com deficiência auditiva. Foi desenvolvido com apoio da Secretaria de Comunicação do Estado de São Paulo.

Após o lançamento do site, a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência destacou a assinatura do Decreto, junto com a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo), que implanta o Desenho Universal nas Moradias de Interesse Social. O objetivo é criar habitações acessíveis para todas as pessoas, independentemente de suas características pessoais, idade ou habilidades. A meta é que qualquer moradia seja passível de futuras adaptações para as pessoas com deficiência como, por exemplo, ampliação de um cômodo, quebra de parede, colocação de barras de apoio, áreas de rotação com medidas adequadas, entre outras.

O secretário de Estado da Habitação e presidente da CDHU, Lair Alberto Soares Krähenbühl afirmou que a acessibilidade não será feita somente dentro da habitação, mas “todo entorno dos edifícios precisam ser acessíveis. É preciso haver rampas nas calçadas, piso podotátil para as pessoas cegas se localizarem, entre outras ações necessárias no momento de construir”.

Sobre a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência
Criada em Março de 2008, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo atua no sentido de implementar e sedimentar ações que visem a cidadania e a inclusão social da pessoa com deficiência. A titular da pasta é a Doutora Linamara Rizzo Battistella, médica fisiatra e militante na área da defesa de direitos e inclusão de pessoas com deficiência há mais de 30 anos.

Visite: http://www.pessoacomdeficiencia.sp.gov.br

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *