A vida de Itaberá era calma e tradicionalista. A sociedade tinha os mesmos costumes severos, reservas e sobriedade das famílias paulistas. Na época a cidade possuía em 1921, 11 ruas e 6 travessas, com 125 prédios e 1.000 habitantes.

A população do município, segundo o recenseamento feito em 1920, era de 6.541 habitantes. As principais construções da cidade eram: a Igreja Matriz, cuja construção se deve aos esforços do vigário, padre Manoel Joaquim Rodrigues, o grupo escolar, a Câmara Municipal e o Posto Policial.

A sede do município era ligada por estrada de rodagem à cidade de Faxina (Itapeva), sede da comarca e, portanto, à estrada de Ferro de Sorocaba. Essa estrada tem 36 km de extensão.

Aspectos gerais do Município de Itaberá

Em 1862, vindos de Minas Gerais atraídos pela felicidade que os picadões abertos pelos bandeirantes paulistas ofereciam àqueles que desejavam instalar-se nesta Província de São Paulo, os mineiros Francisco Antonio da Silva, Antonio Joaquim Diniz e João Rodrigues Simões, se estabeleceram, neste ponto do sertão Paulista e iniciaram a abertura de uma grande fazenda. Também outros grupos de garimpeiros para cá se dirigiam atraídos pela fama da riqueza e com suas bacias exploravam as águas diamantíferas do Rio Verde.

Indícios de ouro fizeram com que suas atenções se voltassem para os barrancos do pequeno rio que banhava as cercanias, logo então já se buscava o metal precioso nas lavras ali feitas. Dessas lavras denominou-se o rio Lavrinha.

Logo após, um pequeno povoado ocupava a floresta na margem esquerda, herdando seu nome. O sentido religioso daquele punhado de habitantes fez com que no primeiro esforço em comum construíssem a pequena capela, com um altar para aquela que ainda nos nossos dias é a rainha protetora dos Itaberaenses: Nossa Senhora da Conceição.

O povoado ou freguesia, nos seus onze anos de vida, foi então em 19 de março de 1871, pela lei nº 16, elevado à categoria de Dis­trito ainda pertencente ao município ou intendência de São João Batista do Rio Verde, hoje Itaporanga. Dois anos mais tarde, ou seja, em 20 de Abril de 1873, por força da lei nº 62, o Distrito de Lavrinhas passou a pertencer à intendência de Faxina em 03 de Abril de 1901.

Pelo decreto estadual nº 152, foi elevado à categoria de Município com o nome de Lavrinhas cuja instalação ocorreu no dia 25 de Abril por força da lei estadual nº 975, em 20 de Dezembro de 1905, passou a denominar-se Itaberá, que no dialeto dos nossos antepassados índios quer dizer Pedra Brilhante.

Desde sua fundação até hoje, esses foram os homens que dirigiram Itaberá:

  • 1891 – Cel.José Pedro de Lima
  • 1895 -Adolfo Bueno Pimentel
  • 1896 -José Lourenço Santos
  • 1898 -João Dias Baptista Sobrinho
  • 1899 -Luiz França do Prado
  • 1900 -Cel. José Pedro de Lima
  • 1900 – João Rebouças da Silva
  • 1901 – Lúcio Antonio de Amorim
  • 1903 – Luiz França do Prado
  • 1904 – Flávio Rodrigues Simões
  • 1905 – Amador Pereira de Almeida
  • 1924 – Alfredo Francisco de Oliveira
  • 1930 – Francisco Adans
  • 1931 – Aparício Ferraz de Camargo
  • 1933 – João Almeida Simões
  • 1935 – Ângelo Valcazara
  • 1936 – Alfredo Francisco de O1iveira
  • 1947 – João Batista da Cruz
  • 1948 – Antonio Flávio de Souza
  • 1952 – Maurício Pereira de Almeida
  • 1956 – Antenor Portes
  • 1959 – Antonio Flávio de Souza
  • 1960 – Erotides Gonçalves de Almeida
  • 1964 – Antenor Portes
  • 1969 – Pedro Mariano de Oliveira Filho
  • 1973 – Jamil José Esteves
  • 1978 – Pedro Mariano de Oliveira Filho
  • 1984 – Joséda Glória Barreira
  • 1989 – Carlos Rodrigues dos Santos
  • 1989 – Pedro Mariano de Oliveira Neto
  • 1993 – José Eudes da Silva Lopes
  • 1997 – Pedro Mariano de Oliveira Filho
  • 2001 – Osny Cardoso Wagner
  • 2005 – Valter Sergio de Souza Almeida

    Enviado por André Augusto de Oliveira, monitor do AcessaSP de Itaberá

  • Compartilhe!
    Tagged with:  

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

    Current month ye@r day *