de quando era pequena e adorava ir a casa de uma tia minha em São Miguel Paulista. Porém, não era sempre que eu ia. Uma das vezes que eu fui me lembro que ao chegar lá no sobrado dela eu entrei na cozinha e tinha uma prancha de surf pendurada na parede. Eu achei estranho, mas como a porta estava aberta, eu entrei. Subi para sala e lá um monte de pessoas estavam reunidas. Nesse momento, eu pensei: “nossa, quem são essas pessoas diferentes na casa do meu tio?” Mesmo assim não liguei e passei para o quarto. O interessante é que todo mundo estava conversando, mas na hora que eu passei todo mundo parou e ficou me olhando, mudos. Então abri a porta do quarto que dava lugar a uma varanda que eu adorava ficar quando ia lá. Só que nesse momento a ficha caiu. Algo me disse “tem alguma coisa errada”. Então, eu voltei correndo para fora e falei pro meu tio o que aconteceu. Ele me explicou que tinha alugado a casa para uma família e logo uma mulher aparece na janela falando: “foi essa que veio aqui em cima”. Então meu tio explicou para ela o que tinha acontecido. Foi um mico e tanto!

Autora: Rita de Cássia, 26 anos, Guarulhos-SP

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *