Saber aproveitar redes sociais e permitir que funcionários usem a rede pode fazer bem à empresa

Um estudo divulgado na Inglaterra afirma que os patrões devem encorajar seus funcionários a acessarem as redes sociais –como o Orkut e Facebook– no trabalho, pois cultivar relacionamentos com colegas e clientes ajuda as empresas.

O responsável pela pesquisa, Peter Bradwell, afirmou que as empresas deveriam abandonar sistemas específicos de compartilhamento de informação e agregar utilidades aos sites de relacionamentos, contribuindo para a produtividade, inovação e o trabalho democrático.

Mesmo assim, o autor afirma ser necessário estabelecer limites para as utilizações fora do trabalho.

“Proibir o Facebook ou YouTube, em qualquer caso, é quase impossível. As empresas podem colocar um tempo limite para a utilização desses sites por dia. A resposta não é encerrar o acesso à rede social pessoal, mas é preciso compreender como podemos administrar os novos desafios”, argumentou Bradwell.

O estudo concluiu que tentar controlar a utilização de sites como o Facebook, que conta com mais de 100 milhões de usuários no mundo, poderia até prejudicar a empresa.

Da Folha Online

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *