Iniciativa visa incentivar usuários a cultivar o hábito de seprar os materiais eletrônicos potencialmente tóxicos

A comunidade pode começar a separar suas pilhas, celulares e baterias para o Mutirão do Lixo Eletrônico. Nesta quarta-feira, 29, a partir das 11h30, a Secretária do Meio Ambiente irá distribuir mais de 5 mil minicoletores de lixo eletrônico na estação da Sé do Metrô. O objetivo é incentivar a população a cultivar o hábito de separar o seu lixo eletrônico e colaborar com o Mutirão, que começa quinta-feira, 30.

A distribuição dos coletores contará com a presença do secretário do Meio Ambiente, Xico Graziano, e do secretário dos Transportes Metropolitanos, José Luís Portella.

O Mutirão do Lixo Eletrônico ressalta a questão da destinação correta do e-lixo, o lixo eletrônico. Mais de 300 prefeituras de todo o Estado vão receber urnas para a coleta do lixo eletrônico e empresas de diversos segmentos vão atuar como parceiras no Mutirão, coletando o e-lixo, incentivando e divulgando a ação aos seus funcionários.

Em São Paulo, na capital, haverá urnas nas estações do Metrô, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM e nos terminais da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – EMTU, além de 100 postos de coletas, localizados na rede de supermercados Carrefour, em parques do Estado, Secretarias Estaduais, subprefeituras e empresas.

A iniciativa ocorre justamente quando o Brasil já superou a marca dos 130 milhões de celulares no país e os computadores passaram a casa dos 30 milhões e são substituídos cada vez mais rápidos por máquinas mais modernas. O Mutirão vai abordar a questão da reciclagem, já que muitas substâncias contidas em um equipamento eletrônico podem vir a ser reutilizadas, em vez de descartadas. De um quilo de celular, por exemplo, pode-se reaproveitar de 100 a 150 miligramas de ouro, 400 a 600 mg de prata, 20 a 30 mg de paládio, 100 a 130 gramas (g) de cobre e 200g de plástico. Ou seja, o e-lixo também pode significar fonte de renda associada à preservação ambiental.

Informações sobre o Mutirão, assim como dados sobre o e-lixo e promoção cultural, estão disponíveis no hot site da campanha: www.ambiente.sp.gov.br/mutiraodolixoeletronico

Sobre o Mutirão

O Mutirão do Lixo Eletrônico integra o Projeto Ambiental Estratégico “Mutirões Ambientais” da Secretaria Estadual do Meio Ambiente. Desde setembro de 2007, o projeto já realizou cinco mutirões – o Verde (plantio e conservação de árvores), o Ambiental (“evite sacolas plásticas”), do Mar Limpo (recolhimento de resíduo sólidos no mar), o Azul (uso racional da água) e o da Carona (uso racional dos veículos e redução da poluição atmosférica).

Números do E-Lixo:

#****#* No lixo eletrônico é possível encontrar substâncias tóxicas como chumbo, cádmio, arsênio e mercúrio (Fonte: SBPC);
#****#* Todos os anos são gerados 50 milhões de toneladas de resíduos eletrônicos no planeta (Fonte: CDI);
#****#* Um celular tem um tempo médio de vida de 18 meses (Fonte: Vivo);
#****#* O Brasil já possui 138 milhões de celulares. São 72 aparelhos para cada 100 habitantes. (Fonte: Anatel);
#****#* A cada segundo, 23 celulares são fabricados no mundo. (Fonte: Motorola);
#****#* Um chip eletrônico exige 72 gramas de substâncias químicas e 32 litros de água para ser produzido. (Fonte: CDI);
#****#* A cada quatro anos, as empresas substituem os seus computadores. Nos domicílios, levam-se cinco anos para trocarem esta máquina (Fonte: Abinee);
#****#* Estima-se que 40% das pilhas comuns vendidas no Brasil sejam falsificadas. (Fonte: Abinee).

Do Portal do Governo do Estado

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *