que na minha infância eu aprontava muito, minha mão vivia me batendo, pois eu sempre fui meio capetinha. Numa dessas vezes, eu lembro que eu estourei o cano de água da vizinha. Foi uma loucura, tive que me esconder para não apanhar, mas não teve jeito, minha mãe me pegou depois e eu apanhei dobrado. São fatos inesquecíveis.

Autor: Moises Bispo, 44 anos, São Paulo-SP

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *