de uma cidade de São Paulo dos anos 80, quando eu era boy pelas ruas da metrópole. Eu me lembro de uma Av. Paulista, limpa, organizada, e frequentada por pessoas de bom nível. Camelôs nem pensar. Era puro glamour. Eu me lembro, que para irmos lá, eu e meus amigos, colocávamos a melhor roupa, o melhor calçado, afinal iríamos na avenida mais elegante e famosa de São Paulo e do Brasil, um orgulho dos brasileiros.

Hoje, quanto tristeza! Camelôs, lojas populares, frequentadores que não amam a cidade de São Paulo, que quando acaba seu horário de trabalho, vão para seus bairros, e muitas vezes odiando o lugar onde trabalham.

Deveria ter uma lei, para que não se instalasse na Paulista lojas populares, porque senão, em breve, ela se transformará em uma Cásper Libero, e tantas outras. E tudo começou com a Prefeita Luiza Erundina, transformando a casa dos Matarazzo em estacionamento, e estão acabando também com o Jd. Paulista.

Eu moro em São Miguel Paulista, a 23 kms do centro da cidade!

Autor: Dorival da Silva Vieira, 44 anos, São paulo-SP

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *