da final Palmeiras vs Vasco da Gama em 2001, pela Copa Mercosul (hoje extinta), no Parque Antártica -SP. Lembro que o Palmeiras havia feito 3 gols no primeiro tempo, 2 do Tuta e 1 do paraguaio Arce, de Penalty. E eu estava em Campo Grande-MS, cercado de palmeirenses e flamenguistas, todos me zoando, caindo na minha pele, isso no primeiro tempo. Eu e meu tio Raimundo éramos os únicos vascaínos, eu o mais, por que sou carioca. Terminou o primeiro tempo todos me zoando, principalmente os flamenguistas, que estavam torcendo contra o Vascão. Eu com as lágrimas nos olhos disse ”o Vasco é o time da virada o vasco não é bagunça!!!”

Veio o segundo tempo e o jogo mudou. Romário, Juninho Pernambucano, Juninho Paulista, Euller, Viola e Cia mudaram o jogo. E quando estava 3 a 3 o Juninho Pernambucano fez um gesto que até hoje eu não me esqueço, chega a dar arrepios! Dentro do Parque Antártica clamou a torcida do Vascão dando socos no peito, mostrando a paixão pelo time.

Minutos depois veio a virada, 4 a 3, com gol de Romário. Aqueles que estavam me zoando não estavam me zoando mais, estavam lamentando e eu que tinha lágrimas nos olhos… tinha não, elas continuaram, mas eu não chorava de tristeza, eu chorava de alegria porque o Vasco foi campeão de uma forma tão linda e de um jeito que eu nunca mais vou me esquecer… Saudações vascaínas a todos aqueles que presenciaram a maior virada numa final de todos os tempos.

Autor: Davidson Gimenes, 26 anos, Rio de Janeiro-RJ

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *