Disputas ocorrem em São Caetano do Sul, até 17 de outubro. Evento supera Olimpíadas de Pequim em número de participantes; população terá chance de ver atletas consagrados em ação

Começa nesta terça-feira, 6, o maior evento esportivo da América Latina: a 73º edição dos Jogos Abertos do Interior Horácio Baby Barioni (JAI). Realizados pelo Governo do Estado de São Paulo, o evento será realizado em São Caetano do Sul, até 17 de outubro.

Conhecido por revelar inúmeros atletas de ponta como Hugo Oyama (Tênis de Mesa – São Bernardo do Campo), Fabiana Murer (Vara – São Caetano do Sul), Ednanci Silva (Judô – São Caetano do Sul) e André Heler (Vôlei – Suzano), os Jogos Abertos também reúnem alguns dos atletas mais importantes do país como os olímpicos Marilson dos Santos (maratonista), as campeãs do futebol Formiga, Gabriela e Mônica e as estrelas do vôlei Mari, Sheila e Fofão.

“Os Jogos Abertos do Interior têm sido fundamentais para desenvolver nosso esporte e para a formação de atletas de alto rendimento, pelo alto nível técnico das competições. Além de atletas consagrados em ação, os Jogos são conhecidos por serem celeiros de novos campeões”, explica o secretário da Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo (SELT), Claury Santos. “Com uma Olimpíada no calendário de 2016, haverá ainda mais estímulo para os Jogos Abertos do Interior”.

Em 2009, os Jogos reunirão cerca de 1.800 equipes de 215 cidades, totalizando 15 mil participantes de 24 modalidades esportivas – em número de participantes, o evento supera as últimas Olimpíadas realizadas em Pequim, que teve pouco mais de 11 mil atletas. Durante os Jogos Abertos a população terá a oportunidade de assistir gratuitamente as competições que contarão com 26 praças esportivas e clubes da cidade.

Tecnologia
Entre outras novidades, esta edição dos Jogos Abertos vai abolir a impressão dos boletins diários de competições – apenas com esta iniciativa, cerca de 100 mil folhas de papel serão economizadas. “Os boletins serão eletrônicos, disponibilizados em pen drives para as delegações e também no site oficial da competição”, explicou Mauro Chekin, chefe do comitê organizador dos Jogos.

História
Os Jogos Abertos do Interior Horácio Baby Barioni são realizados anualmente desde 1936, organizados pela Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo do Estado de São Paulo em parceria com a cidade sede, escolhida através de eleição direta entre os municípios participantes da competição com dois anos de antecedência. Os Jogos Abertos do Interior têm por objetivo coroar o desenvolvimento da prática desportiva nos municípios do Estado, classificados através dos Jogos Regionais, e contribuir para o aprimoramento técnico das 25 modalidades em disputa.

Disputados em duas categorias (até 21 anos e livre) e três divisões (1ª, 2ª e Especial), reúne equipes de ponta do esporte paulista. Serão realizadas 134 premiações (medalhas ouro/prata/bronze) e troféus (1º/2º lugares), por modalides, sexo, categoria e divisão; serão realizados 2.200 jogos e competições.

Curiosidades

Estréia da “Olimpíada Caipira”
Os Jogos Abertos do Interior, carinhosamente apelidados de “Olimpíada Caipira”, são o principal evento esportivo do País e o maior da América Latina. Os jogos foram realizados pela primeira vez em Monte Alto, no interior de São Paulo, em 1936, idealizados pelo professor Horário Baby Barioni. Na ocasião, a competição foi disputada apenas por equipes de Basquete. Nos jogos de Monte Alto, além da cidade sede participaram mais oito municípios: Franca, Mirassol, Olímpia, Piracicaba, Araçatuba, Caçapava, Casa Branca e a cidade mineira de Uberlândia, que foi a campeã.

Fora do Estado
Apenas uma única vez os Jogos Abertos do Interior não foram realizados no Estado de São Paulo. Foi em 1937, quando aconteceu a segunda edição da competição. Os jogos foram realizados na cidade mineira de Uberlândia. Além do Basquete, a competição também passou a ser disputada na modalidade de Natação. Pelo segundo ano consecutivo, o título ficou com Uberlândia.

No ano seguinte, em 1938, os Jogos Abertos do Interior foram realizados em Sorocaba, e pela primeira vez foi incluída a modalidade de Atletismo. Uberlândia foi tri-campeã dos Jogos Abertos nesse ano, que também marcou sua última participação.

Caráter Oficial
Os Jogos Abertos do Interior passaram a ter caráter oficial em 1939, quando a competição foi realizada em Campinas. Edmundo Carvalho, que era o diretor do Departamento Estadual de Educação Física, conseguiu a oficialização da competição junto ao Governo do Estado. A medida acabou desagradando o idealizador dos Jogos, Baby Barioni, que, vítima de pressões políticas, acabou ficando de fora de sua organização. Os ideais de Baby Barioni só foram oficialmente reconhecidos por ocasião dos 30º Jogos Abertos do Interior, em 1965, em Santos, quando foi homenageado por esportistas e dirigentes.

Desde 1936, quando foram realizados pela primeira vez, os Jogos Abertos do Interior só não aconteceram uma vez. Em 1989, uma greve de professores na rede estadual e a conseqüente necessidade de reposição de aulas impediram que as escolas estaduais pudessem ser cedidas para alojamento.

Tanto as escolas estaduais, quanto as municipais são fundamentais para que uma cidade tenha condições de abrigar os jogos.

Maior Anfitriã
A cidade que mais sediou os Jogos Abertos do Interior foi Santos, que organizou a competição sete vezes: em 1946, 48, 51, 65, 87, 2000 e 2003. Ribeirão Preto sediou 5 vezes; Rio Claro, Campinas, Araçatuba e Sorocaba, 4 vezes cada, e Piracicaba, três vezes (55, 58 e 88).

Apenas 10 cidades tiveram o “gostinho” de comemorar o título geral dos Jogos Abertos do Interior. A maior vencedora é a cidade de Santos. Das 72 edições realizadas até agora, o município do litoral tem 25 títulos. Em segundo lugar vem a cidade de Santo André, com 12 títulos, empatada com São Caetano do Sul. Campinas tem 10 títulos. Guarulhos foi a grande vencedora em seis edições da competição. A cidade mineira de Uberlândia, que disputou os Jogos Abertos apenas em suas três primeiras edições de 1936 a 1938, foi campeã três vezes. Com um título cada aparecem Ribeirão Preto, São Bernardo do Campo, Jundiaí e São José dos Campos.

Comitês
Os Jogos Abertos do Interior são uma realização da Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo do Estado de São Paulo, em parceria com a cidade sede. Dois órgãos são responsáveis pelo evento. O Comitê Dirigente, formado por integrantes do Governo do Estado, responsáveis principalmente pela parte técnica da competição; e pelo Comitê Organizador, integrado basicamente por membros da comunidade local, responsáveis pela infra-estrutura dos Jogos.

Qualificação
Para participar de uma determinada modalidade nos Jogos Abertos do Interior, o município deverá ser campeão ou vice dos Jogos Regionais de sua região, com exceção do boxe masculino, ciclismo feminino e luta olímpica, que não são disputados nos Jogos Regionais. Fica assegurada também a participação aos municípios inscritos nos Jogos Regionais cuja modalidade não se realizou por falta de participantes inscritos. O município sede, independente de sua classificação nos Jogos Regionais, está pré-classificado para disputar qualquer modalidade que desejar.

Pessoas com Deficiência
Os Jogos Abertos do Interior também são disputados por atletas portadores de necessidades especiais nas modalidades de Natação e Atletismo,e têm contagem de pontos separada da modalidade convencional. O programa conta com provas para deficiente físicos e visuais, tanto no masculino quanto no feminino.

Economia
É muito importante que a cidade sede esteja preparada para receber os Jogos Abertos do Interior. Padarias, hotéis, restaurantes, lanchonetes, supermercados, postos de gasolina, taxistas e o comércio em geral devem estar conscientes da importância da competição. Neste período, a expectativa é de que o consumo cresça em média cerca de 20 a 30%. Os Jogos Abertos proporcionam um incremento importante no comércio, gerando empregos e movimentando a economia.

Voluntários
Para desenvolver todas as atividades que envolvem os Jogos Abertos do Interior, o Comitê Organizador vai necessitar do apoio de voluntários em todas as áreas: esportiva, médica, transporte, alimentação, infra-estrutura, alojamentos, guias, imprensa, entre outras.

Do Portal do Governo do Estado de São Paulo

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *