Secretaria da Educação fecha parceria com ONG que beneficiará cerca de 7.000 estudantes

O secretário da Educação, Paulo Renato de Souza, assinou nesta quarta-feira, 14, um convênio com a ONG Turma do Bem para oferecer atendimento odontológico gratuito a 7.000 alunos da rede estadual de ensino. “Este projeto de caráter curativo, preventivo e educativo ajudará muito a todos os estudantes de baixa renda, melhorando a autoestima e o desempenho escolar de crianças e adolescentes até que eles ingressem no mercado de trabalho”, destacou o secretário.

Pela parceria, as equipes da ONG terão acesso às escolas públicas de todo o Estado de São Paulo para a triagem dos alunos do 5º ao 9º ano (11 a 17 anos de idade). Cirurgiões-dentistas voluntários e coordenadores, cada um em suas regiões, agendam visitas às escolas locais e, por meio de uma avaliação rápida e precisa, selecionam as crianças e adolescentes com problemas bucais mais graves, com menor renda e mais próximas do primeiro emprego.

Em média, são necessários 30 minutos por sala de aula para a triagem ser concluída. Os exames e o tratamento são totalmente gratuitos para os estudantes.

Os alunos selecionados recebem uma ficha de autorização que contém as normas e os critérios do projeto. Ela deve ser preenchida e assinada pelo pai/responsável.

As crianças e adolescentes selecionados recebem em sua residência correspondência informando o nome e telefone do Dentista do Bem responsável pelo atendimento. Ao mesmo tempo, o profissional é comunicado do nome da criança que ele atenderá gratuitamente em seu consultório. Fica a cargo do pai/responsável agendar o horário mais conveniente para o atendimento do paciente.

Turma do Bem
A Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) Turma do Bem existe desde 2001. Ela atua em escolas públicas e organizações sociais e é reconhecida por duas fundações internacionais, a Schwab e a Ashoka.

O projeto Dentistas do Bem é coordenado pelo dentista Fábio Bibancos, presidente da Turma do Bem, e mobiliza a classe odontológica a praticar voluntariamente ações solidárias por meio de atendimento gratuito às crianças e adolescentes de baixa renda em todas as escolas da rede estadual de São Paulo.

As consultas são realizadas nos consultórios dos profissionais voluntários, sempre priorizando a proximidade da residência do aluno com o local de atendimento. Somente no Estado de São Paulo são mais de 3.000 profissionais cadastrados. Em todo o território nacional, mais de 12 mil crianças já foram atendidas por 6.000 cirurgiões-dentistas voluntários.

Do Portal do Governo do Estado

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *