Você sabia que ao navegar na Internet você pode ter suas informações pessoais roubadas? Os culpados disso são os spywares, softwares espiões projetados para monitorar as atividades de um computador, capturando dados e enviando para outra máquina via Web. Saiba como age essa praga, os perigos que oferece e como se defender.


Uma das maneiras pelas quais o spyware se propaga é através da instalação de aplicativos. É muito comum encontrá-los em softwares de tocadores de MP3, jogos da Web, entre outros. Depois de instalado, o aplicativo coloca a ameaça no computador, sem consentimento do usuário.

Entre os danos que um spyware pode causar está a perda da privacidade, a exibição automatica de janelas pop-up com propagandas e até a visita involuntária a sites indesejados. Além disso, há os que podem causar prejuízos mais sérios. Como os keyloggers, que monitoram tudo o que é digitado no teclado do computador, capturando assim senhas bancárias ou números de cartão de crédito.

Como se proteger?
Existem ferramentas específicas, os anti-spyware, que detectam e removem grande parte desses programas. Outra medida preventiva é utilizar firewall e antivírus, muitos deles bloqueiam o recebimento dessas ameaças e podem impedir o envio de informações a terceiros.

Na internet é possível baixar anti-spywares, firewalls e antivírus de uso gratuito. Mas, antes de obter um desse programa, verifique sua procedência e se o fabricante é confiável.

Outras dicas simples que diminuem a probabilidade de infecção, são as seguintes:

  • Desabilite a execução automática de arquivos anexados no seu leitor de e-mails.
  • Não execute arquivos recebidos por e-mail ou por outras fontes, mesmo que venham de pessoas conhecidas. Caso seja necessário, abra apenas após se certificar que ele foi verificado pelo antivírus.
  • Alguns formatos, como RTF, PDF e PostScript são menos suscetíveis à propagação de vírus.
  • Não abra arquivos em formato executável (aqueles com o final .EXE).
  • Se for inevitável instalar um programa desconhecido, leia a licença de uso. Nela, você poderá descobrir se para usar o software, terá que concordar em utilizar outro.

Seguindo esses pequenos passos você poderá realizar navegação bem mais segura.

Com informações da Cartilha de Segurança para Internet da Cert.br e dos sites Info Wester e Linha Defensiva.

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *