Jogos e contação de histórias fazem parte das atividades programadas

O Museu do Futebol – instituição do Governo do Estado de São Paulo, localizado no Estádio do Pacaembu – oferece no dia da Consciência Negra, 20 de novembro, atividades focadas na história da aceitação de negros, mulatos e mestiços no futebol.

O futebol, trazido ao Brasil sete anos após a abolição dos escravos por membros da elite branca, demorou a aceitar atletas negros em seus clubes. Proibia-se “a presença de trabalhadores braçais”, ou seja, os menos-afortunados, a população que não pertencia à aristocracia da época. Contudo, o esporte foi ganhando em popularidade e os campos tiveram de ampliar seus limites para um mar de diversidade cultural.

Por meio de fotografias, vídeos e experiências sensoriais, o museu vai mostrar essas passagens da nossa história. Afinal, no nosso futebol não faltam polêmicas, paixões e diversidades.

Jogos e contação de história também fazem parte da programação. A atividade Mapa Mundi pretende levar o público uma reflexão sobre assuntos como o caráter comercial adquirido pelo futebol no século XXI. Já a contação de história é baseada no texto criado pelos educadores do Museu e terá duas intervenções diárias, às 11 e 14 horas.

Serviço
Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, sexta-feira
Local: Museu do Futebol
Estádio do Pacaembu – Pça. Charles Miller, s/nº, Pacaembu, região central, 3663-3848. Terça a domingo: das10 às 18 horas (bilheteria até as 17 horas). Livre
Ingressos: R$ 6,00 (com meia entrada para estudantes e idosos)

Do Portal do Governo do Estado de São Paulo

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *