dos meus tempos de infancia, vontade de ser novamente criança.De noite fogueira,de dia pião sentia minha vida na palma da mão. A saudade e muito grande dos meus amigos que viveram á aurora do meu tempo e com ele se foram.

Autor: Arthur, 44 anos, São Bernardo – SP

Categorias: Eu me lembro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content