Você já reparou que as crianças possuem uma capacidade sobrenatural para utilizar os avanços da tecnologia? Essa habilidade, que intriga tantos pais, é visível na facilidade com que eles aprendem a mexer nos softwares mais complicados, e na rapidez com que aderem às novidades da web, como as redes sociais.Esse sentimento foi confirmado por uma pesquisa publicada em 2008 pela organização inglesa Ofcom, que chegou ao seguinte resultado: 20% das crianças entrevistadas (com idade entre 7 e 11 anos) afirmaram possuir perfil em pelo menos uma rede social.

Só que essa precocidade pode causar problemas, já que nas redes sociais tradicionais há pouco controle sobre o conteúdo, e os pequenos podem acabar vendo coisas que não deviam. Para evitar esses perigos, uma boa dica para os pais é incentivar o uso de redes sociais infantis, com interfaces projetadas para um público mais novo e com maior controle de conteúdo. A seguir, vão dicas de três sites do tipo, com conteúdo gratuito e em português.

Neopets
Aqui, você cria um bicho de estimação personalizado, que tem que ser alimentado, educado e pode batalhar com outros jogadores (em um sistema de turnos que lembra um pouco Pokémon). Ao se registrar, a criança ganha um pacote de itens, que podem ser utilizados ou trocados com outros jogadores. Conforme vai jogando, ela acumula mais itens, que vão de alimentos para seu bichinho a acessórios para serem usados nos jogos do site.

Essa rede tem a vantagem de possuir um grande número de atividades gratuitas e permitir um maior controle dos pais. Para que o pequeno interaja com os outros usuários, é necessário que os pais enviem um termo de consentimento assinado para a sede do site. Só depois disto a criança passa a enxergar outros usuários, adicioná-los como amigos e também realizar trocas de itens no inventário. Além disso, todas as comunicações entre usuários são monitoradas.

Migux
Esta rede social simula um ambiente submarino repleto de atividades para os participantes. Todos os usuário têm uma casa, onde podem receber seus amigos e guardar os objetos que possuem no jogo. É possível pintar as paredes de seu lar da cor que você quiser. Há também jogos, locais para ouvir música e uma ferramenta para fazer desenhos, que depois podem ser compartilhados com os outros usuário. A única coisa que limita a diversão é o grande número de atividades pagas.

Todas as comunicações são gravadas juntas com o registro do endereço IP, que identifica o usuário e possibilita sua localização. Usuários que não respeitarem as regras de conduta podem ter suas contas canceladas.

Cosmopax
Voltada para o público adolescente e pré-adolescente, Cosmopax possui um ambiente mais adulto. O mais legal dessa rede é a possibilidade de personalizar completamente o seu personagem (que no jogo é chamado pixtar), que é desenhado a partir de letras, números e outros símbolos de teclado. Há até um concurso de beleza para escolher o pixtar mais bonito.

Cosmopax possui diversos recursos de redes sociais mais tradicionais, como um perfil bem detalhado (parecidíssimo com o do Orkut) álbum de fotos, coletânea de vídeos e a possibilidade de participar de turmas (que funcionam como comunidades). Os usuários também contam com muitos jogos em flash para se divertir.

Com informações do Portal G1 e do Geek

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *