Luis Alberto Galiano trabalha no posto da cidade de Espírito Santo do Pinhal há pouco tempo, mas há muito queria fazer parte desse time. Formado em Direito, exerceu a profissão apenas nos primeiros anos da faculdade, em um breve estágio. Em seguida, enfrentou sete anos de desemprego, o que o motivou a prestar um concurso público para o cargo que julgava ser o mais fácil de entrar – o de servente.

Ele conseguiu uma vaga e passou então a limpar os espaços públicos da cidade. Após alguns meses, tornou-se responsável pela limpeza do ginásio do GPEA (Ginásio Pinhalense Esporte Atlético), local onde o posto do Acessa SP foi instalado, em setembro de 2008. O prédio do ginásio, palco de muitas festas da cidade ao longo dos anos, foi reestruturado com o apoio da prefeitura local para que pudesse abrigar os computadores do programa.

A chegada das máquinas ao GPEA aproximou Luis de um de seus principais temas de interesse, a informática. No período de desemprego, ele chegou a fazer vários cursos na área, com o objetivo de um dia poder colocar em prática estes conhecimentos. Quando o posto foi inaugurado, Luis se tornou visita frequente, ganhou um cadastro de usuário e passou a utilizar a hora do almoço para navegar na web. Dessa maneira, acabou fazendo novos contatos e demostrando o interesse em trabalhar lá.

A oportunidade apareceu e hoje ele é um dos monitores do posto de Espírito Santo do Pinhal: “Fiquei muito feliz com a oportunidade, meu leque de amizades também se ampliou bastante e aprendi novas linguagens técnicas que ainda não conhecia”, relata. O posto de Espírito Santo do Pinhal mantém uma taxa média de ocupação de 90%, tem mais de 950 pessoas cadastradas e mais de 23 mil atendimentos registrados.

A vice-prefeita da cidade, Marilza Roberto, confirma que a história de Luis com o posto já é antiga e destaca a importância da persistência do monitor, que hoje rende um trabalho de qualidade: “Ele se dedica com amor, é um profissional com muita capacidade e conhecimento técnico em informática, o que também é de extrema importância”, conclui.

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *