Além disso, quase 4 mil carteirinhas já foram emitidas e locação é maior entre jovens


Em seu primeiro mês de funcionamento a Biblioteca de São Paulo, localizada no Parque da Juventude – zona norte da capital -, já recebeu 12 mil visitantes (uma média de 400 pessoas por dia). E os números não param por ai. Foram quase 4 mil carteirinhas emitidas, a maioria delas para usuários com 16 e 17 anos. Somados, eles chegam a quase 500 jovens.

No entanto, o usuário campeão de locações, que já levou para casa 28 livros em apenas 30 dias, tem 34 anos. Cada pessoa pode locar cinco livros por vez e tem cinco dias para devolvê-los. O segundo lugar já emprestou 24 livros e tem 32 anos.

O recorde de empréstimos fica com os jovens usuários com idade entre 10 e 19 anos. Foram 2.862 locações feitas por eles, e os livros mais levados para a casa foram Querido Diário Otário (Jim Benton), Harry Potter e o Cálice de Fogo (J.K. Rowling) e Marley & Eu (John Grogan).

O recordista de empréstimos entre pessoas de 20 a 29 anos é o livro Ensaio Sobre a Cegueira, do José Saramago. Casa Grande & Senzala e Biblioteca Histórica Marvell fazem sucesso entre usuários de 30 a 49 anos. Já para o público de 50 a 59 anos, o autor preferido é Gabriel García Márquez. Dois de seus livros, Cem Anos de Solidão e O Amor nos Tempos do Cólera, estão entre os mais levados pra casa nessa faixa etária, junto com Onde Está Tereza?, da espírita Zibia Gasparetto.

Os leitores acima de 80 anos têm como seus três livros prediletos Comer, Rezar e Amar (Elizabeth Gilbert), O Caso Elgin (Theodore Vrettros) e o best-seller O Menino do Pijama Listrado (John Boyne).

Além disso, o Núcleo de Programação Cultural promoveu uma oficina de quadrinhos, uma de charges e alguns domingos musicais – nos quais era possível assistir a um show de rap. Também aconteceu o primeiro curso de iniciação dramática da Biblioteca.

A Biblioteca de São Paulo

A Biblioteca de São Paulo, inagurada no dia 8 de fevereiro, em uma área de 4.257 m² no Parque da Juventude, oferece aos paulistas um espaço dinâmico e integrado à comunidade. O local conta com amplo horário de funcionamento, fácil acesso pelo Metrô Carandiru, CDs, DVDs, jogos e 30 mil livros no acervo. Além disso, funcionará como um centro de formação permanente para atualização e qualificação de profissionais da área.

Do Portal do Governo do Estado com informações da Secretária da Cultura

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *