Convênio oficializa a entrada da maior universidade do país na Universidade Virtual do Estado de São Paulo


A Universidade de São Paulo (USP) oferecerá a partir do próximo ano a sua primeira graduação no âmbito do programa Univesp – Universidade Virtual do Estado de São Paulo. Trata-se da licenciatura semipresencial em ciências, curso de graduação inédito no País, que terá 360 vagas, duração de oito semestres e será oferecido simultaneamente em quatro polos da USP nas cidades de São Paulo, São Carlos, Piracicaba e Ribeirão Preto.

O curso formará profissionais capacitados para atuar na educação básica, com foco na educação científica, área em que o Brasil ainda é carente. Na última avaliação internacional do Programa Internacional de Avaliação dos Estudantes(PISA), de 2006, o Brasil ficou na 52ª posição em desempenho em ciências, entre os 57 países avaliados. O estudo, que avalia estudantes de 15 anos do ensino médio, evidencia que há uma distância grande entre a disposição que os alunos têm para aprender e valorizar o conhecimento científico e suas motivações para que a ciência faça parte do seu futuro pessoal e profissional.

Outro estudo de alcance internacional, o projeto The Relevance of Science Education (Rose) aponta para uma situação similar. A aplicação de uma versão brasileira do questionário revelou que os jovens brasileiros consideram as disciplinas de ciências interessantes, mas têm um baixo interesse em exercer ciência profissionalmente.

Via Univesp

O novo curso fará uso intensivo das novas Tecnologias de Comunicação e de Informação (TICs) no ensino, com 52% da carga horária desenvolvida por atividades a distância, o que garante flexibilidade de horário e possibilita que quem vive longe dos grandes centros ou quem já está no mercado de trabalho – como professores em exercício – possam cursar a graduação.

É o que já acontece no curso de graduação em pedagogia semipresencial oferecido pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) no âmbito do programa Univesp desde o início do ano. Justamente pelo caráter semipresencial de ensino público, gratuito e de qualidade, a relação candidato/vaga do vestibular de Pedagogia Univesp/Unesp (5,9) foi aproximadamente quatro vezes maior do que a média nacional de relação candidato/vaga dos cursos de pedagogia (privados ou públicos), de acordo com os últimos dados do Inep/MEC (que é 1,3).

O curso de Licenciatura em Ciências abrangerá as diversas áreas das ciências e contribuirá para a formação dos professores para aperfeiçoá-los em relação à evolução das ferramentas voltadas para o ensino. Um dos objetivos é formar profissionais capazes de inovar e acompanhar mudanças trazidas por novas tecnologias e adaptar-se a modernização da sociedade, processo esse que começa nos bancos escolares.

O convênio do Governo, via Secretaria de Ensino Superior, com a Universidade de São Paulo (USP) para oferecer este curso foi assinado no último dia 23 de março. Na solenidade, o governador José Serra destacou o foco do programa Univesp na formação do professor, como é o caso do curso de pedagogia semipresencial em andamento pela Univesp/Unesp e do curso de Licenciatura em Ciências. “E quem sai ganhando com a formação do professor é o estudante da educação básica”, concluiu o governador.

Sobre o curso

O curso de licenciatura em ciências semipresencial terá carga horária total de 2.835 horas, sendo que 1.800 horas respondem aos conteúdos de formação, 405 horas referentes ao estágio supervisionado e 210 horas destinadas às atividades acadêmico-científico-culturais. A carga horária presencial será cumprida nos polos de atendimento, com a periodicidade de até duas vezes por semana. A carga horária a distância corresponde a 52% do total do curso.

Serão oferecidas inicialmente 360 vagas, e os estudantes serão divididos em turmas de 90 alunos, cada uma das quais contará com três orientadores de disciplinas. As aulas serão ministradas nos quatro polos da USP nas cidades de São Paulo, Piracicaba, São Carlos e Ribeirão Preto. Com duração de oito semestres, o curso será dividido em oito módulos temáticos. Cada um dos módulos, por sua vez, estará organizado por temas e disciplinas.

As atividades presenciais e não-presenciais serão subsidiadas por material impresso, articulados com as demais atividades no ambiente virtual de aprendizagem e na programação da TV Univesp, construída sob a coordenação dos professores especialistas da USP, em parceria com a Fundação Padre Anchieta.

A Univesp

A Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp) foi criada pelo decreto nº 53.536 de 9 de outubro de 2008 com o objetivo de ampliar o acesso à educação superior pública, em parceria com as três universidades paulistas – USP, Unicamp e Unesp – e com o Centro Paula Souza. A estrutura consorciada da Univesp agrega ainda outras importantes instituições, entre elas a Fundação Padre Anchieta, a Fapesp, a Fundap e a Procuradoria Geral do Estado.

Os cursos oferecidos pela Univesp têm o seu projeto acadêmico e seus conteúdos formulados pelas instituições de ensino que os propõem. São elas também as responsáveis pelo processo de seleção para o ingresso dos alunos, bem como pela avaliação de seu desempenho nos cursos. À Univesp cabe garantir as condições materiais, financeiras e tecnológicas para a realização desses cursos, acompanhando, de modo integrado com a instituição parceira, a sua realização, o seu desenvolvimento e o aproveitamento dos alunos neles matriculados.

Da Secretaria de Ensino Superior

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *