Aprender a criar um blog, editar textos e imagens ou abrir o próprio e-mail foram alguns dos temas trabalhados

Visando facilitar a entrada dos usuários no universo digital, a Jornada Acessa SP segue viajando pelo interior paulista e, em sua segunda edição, o evento reuniu usuários do posto de Assis e monitores de cidades vizinhas para participarem de oficinas realizadas na última sexta-feira, 14/05.

Na parte da manhã, foi realizada a oficina “Conhecendo o Computador”, que orientou quanto ao uso do editor de texto, tema que atraiu a usuária Cleusa Burali a participar da Jornada. Há dez anos ela atua como voluntária na Cremos, associação que auxilia farmacos-dependentes e, recentemente, criou um jornal para divulgar as ações desenvolvidas por lá.

Foi nesse momento que a necessidade de dominar o editor de texto apareceu:

“Quando faço esse jornalzinho eu apanho muito, mas este curso me ajudou a montar minhas pastinhas, a dar nomes aos documentos, sem me perder muito. Eu ainda sou da infância das árvores, eu não sou da era eletrônica, meus netos são. Então a gente tem mais dificuldade que os jovens. Eu acho ótimo este tipo de oficina, deveria ter sempre.”

Para David Celso Belizzoni, monitor do posto de Assis desde 2002, os aprendizados trazidos pela Jornada podem ajudar o usuário a se tornar mais íntimo do computador e, especialmente, do sistema operacional adotado pelo programa:

“Essa oficina ajuda muito a desmistificar essa coisa do Linux, pois às vezes eles apresentam alguma dificuldade. Nós temos vários usuários que estão pretendendo se aproximar dessa tecnologia, mas têm um pouco de receio. Eu acredito que este tipo de atividade incentiva e ajuda bastante o usuário a se aproximar do posto.”

Trabalhando com imagens

A segunda parte do evento foi dedicada a orientações sobre a criação do e-mail pessoal, blogs e edição de imagens, capturadas pelos próprios participantes na praça principal de Assis, onde fica a catedral da cidade.

Para a usuária Deise Bernardo Guimarães, a oficina chegou em boa hora. Ela trabalha na coordenação do museu do ferroviário e pretende fazer um blog para compartilhar dados interessantes sobre o local. Ela acredita que esta pode ser uma boa maneira de atrair contribuições de outros interessados no tema:

“Quero usar isso como uma ferramenta profissional, divulgando a história e a memória da ferrovia na cidade e proporcionando a outras pessoas que também têm a paixão pela ferrovia, para difundir a memória ferroviária no Brasil, que está um pouquinho esquecida.”

Ela ressalta também que esta é uma boa oportunidade de aprendizado para aqueles que não podem pagar por um curso específico ou, ainda, para os que têm muita dificuldade em lidar com o computador:

“É super interessante, principalmente por ser gratuito. Para o pessoal da minha faixa etária é um pouquinho complicado, a gente aprendeu agora a dominar o controle remoto da televisão e agora precisamos aprender essa nova linguagem pra não ficar parado no tempo”, conclui.

A monitora do posto de Borá, Isabela Neves de Carvalho, viajou 60 km para conferir de perto as novidades trazidas pelas oficinas. O posto está há apenas quatro meses na cidade, mas ela já conseguiu identificar as principais necessidades dos usuários que frequentam o local:

“Me interessei mais pela oficina de imagem porque lá as crianças querem muito colocar imagens no computador e não sabem, então quero aprender pra passar pra eles também. Prentendo me informar, pra melhor informar os usuários”, enfatiza.

As próximas cidades a sediarem a Jornada Acessa SP são Rio Claro, em 21/06, Itu, dia 30/07 e São Paulo, dias 01 a 31 de julho. Confira as fotos do evento em Assis!

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *