A partir de julho, paulistano terá mais uma excelente opção de lazer

Depois de quase uma década da chegada do último trem, a Vila de Paranapiacaba se prepara para receber o Expresso Turístico, trem operado pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Para tanto, o município de Santo André iniciou esta semana a montagem da estação que receberá os visitantes a partir de julho. O espaço será construído ao lado do antigo galpão, anteriormente utilizado como garagem de locomotivas, próxima ao Viradouro, na Parte Baixa.

O Expresso Turístico foi viabilizado por meio de parceria entre a CPTM, a Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo (SELT), o Instituto Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a Prefeitura de Santo André e a MRS Logística. Os passeios serão quinzenais, aos domingos, com saída pela manhã da estação da Luz, parada na estação de Santo André e seguindo à Vila Ferroviária, onde os visitantes poderão passear durante o dia. O retorno será no fim da tarde, com parada em Santo André e chegada na estação da Luz.

Trajeto Luz – Paranapiacaba

A charmosa vila que foi testemunha de uma importante fase de expansão da tecnologia no Brasil, está nos planos do Expresso Turístico. Lá, o turista poderá conhecer as diversas atrações da vila que já se candidatou a Patrimônio Mundial da Humanidade. Entre elas, destacam-se o Museu do Castelinho, o Centro de Documentação em Arquitetura e Urbanismo, o Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba e a Casa da Memória.

Além disso, em datas especiais, é possível encontrar em operação a segunda locomotiva mais antiga do Brasil, que pertenceu à empresa britânica SPR (São Paulo Railway Co.), e hoje integra o acervo da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF). Em julho, acontecerá o tradicional Festival de Inverno de Paranapiacaba, que reúne estrelas da MPB, rock, música clássica e atrações internacionais.

Também parte da primeira ferrovia paulista, a linha até Paranapiacaba proporcionará ao turista uma viagem no tempo. Na passagem pelo Memorial do Imigrante é possível avistar alguns trens antigos – incluindo uma Maria Fumaça que ainda funciona. A Estação Ipiranga apresenta uma cena do Grito de Independência, retratado pela dupla de grafiteiros brasileiros “Os Gêmeos”, conhecida internacionalmente. Já as estações Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra ainda conservam a arquitetura oitocentista da época da inauguração.

Da CPTM

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *