No ano passado, na época do dia das mães, fiquei um pouco triste porque meu filho havia se separado. Ele chorava muito e isso me consumia por dentro. Tentava consolá-lo de dia e chorava a noite ao ver o seu sofrimento.

Como tudo nesta vida passa, ele começou a se acostumar com a separação, e eu sempre falava que para Deus nada é impossível e que um dia a ex-mulher iria refletir e ver que foi injusta com ele mandando-o embora, alegando que queria criar o filho sozinha.

E o meu filho foi fazendo a parte dele, dando pensão, além da pensão comprando leite, fralda, roupa, trazendo o filho e cuidando dele muito bem. E como Deus é maravilhoso, o meu netinho começou ficar apegado demais com o meu filho e a ex-esposa começou a verificar que o meu filho é de fato uma pessoa atenciosa, cuidadoso, um bom pai, um ótimo filho. Depois de um ano e dois meses ela pediu para ele que voltasse, para que os dois pudessem criar o filho juntos com muito amor e carinho.

Quando o meu filho me deu a noticia, só faltei pular de alegria! Sabia que Deus iria restaurar esse casamento, pois eles formam uma família tão linda!

Esse foi um presentão, o melhor que uma mãe podia ganhar. Só de ver a felicidade de meu filho, fico super feliz!

Autora: Dagma Ferrari Duarte, 54 anos, São Bernardo do Campo – SP

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *