Evento reuniu, no Planetário em São Paulo, mais de 300 jovens para discutir eles mesmos e os caminhos da juventude paulista

A juventude paulista foi o centro das atenções no último dia 6 de dezembro. O planetário do Ibirapuera, em São Paulo, ficou pequeno para reunir os jovens e gestores de todo o estado no III Encontro Estadual da Juventude. Mais de 300 pessoas foram recepcionadas pela coordenadora estadual da juventude Mariana Montoro e pelo diretor de Projetos do Instituto Sala 5, Luiz Flávio Lima.

Passadas as primeiras apresentações, os jovens puderam conhecer dois importantes lançamentos. O primeiro deles foi a publicação do Experiências Municipais da Juventude no Estado de São Paulo que reúne nove experiências bem sucedidas para jovens no estado e vem se somar ao Juventude em Foco, vídeo apresentado no II Encontro Estadual.

Outro projeto apresentado foi o Observatório Paulista da Juventude, parte do Portal da Juventude que reúne informações e conteúdos para ajudar no desenvolvimento dos trabalhos dos gestores de juventude.

Também esteve presente no evento a coordenadora municipal de juventude de São Caetano do Sul, Mariana Perin, que apresentou um pouco da bem sucedida iniciativa desenvolvida para os jovens de todo o Grande ABC.

No período da tarde, os jovens tiveram um gostinho do que é o céu de São Paulo com uma exibição do planetário e, na seqüência, participaram de uma atividade para discutir o futuro da juventude nos próximos 10 anos, com base na pesquisa 20 em 2020, parte do Observatório.

Dentre os temas discutidos e apresentados pelos jovens estava sexualidade, drogas, educação, política, violência, emprego, arte, mídia, entre outros. Por fim, os jovens ainda puderam receber o fanzine Juventude.SP – Edição Especial. Veja os depoimentos de quem estava presente no evento.

“A expectativa aqui é proporcionar o maior protagonismo da juventude dentro dos eventos voltados para melhoria nas condições de seus direitos”
Arthur Braga Dorneles, Estância de Ibirá

“Estou no evento para me informar, me conscientizar e ficar perto do que acontece que venha a favorecer a juventude”.
Marcos Alexandre, Tanabi

“A expectativa é a melhor possível. Eu acho que é um fechamento do segundo ciclo que foi pra mim um dos grandes encontros que eu tive na vida por que assim, eu fui como jovem e como gestor nos dois dias e o bacana foi que eu como jovem eu fiz o material, trabalhei praquilo e no final do dia eu tive o material. É um fechamento desse encontro que foi bacana então eu espero que seja melhor agora”.
Paulo Henrique Fernandes, Franca
“Os jovens tem que saber tomar conta. A juventude que vai mandar. Então vamos prepará-los para que eles saibam comandar. Pé no chão e mente aberta”.
Lourdes Marques Afonso, Promissão

“Nós estamos trabalhando cada vez para que os jovens consigam entender a importância do meio ambiente, a necessidade da atuação deles pela causa. Pela secretaria nós acreditamos muito nos jovens”.
Audrey Markutis, secretaria do meio ambiente de São Paulo

“A questão da juventude ainda é muito nova e esta completando nem dez anos em termos institucionais. Praticamente nascendo agora. São momentos que a gente tem muito a intervir ainda”.
Edith Maria Garbogeno, Sorocaba

“A gente obtém bastante conhecimento para levar para a nossa cidade para outros jovens que não podem comparecer e novas amizades, conhece muita gente, já conheci muita gente nesses encontros e é muito bom. Você se diverte com as pessoas brincando, dialogando”.
Cíntia de Sousa Ferreira, Eldorado

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *