Monitora de Iracemápolis auxilia crianças com necessidades especiais a aprenderem mais

Simone Zangirolimo Cavali, monitora do posto do Acessa SP municipal de Iracemápolis, desenvolve o projeto Conhecer, Ensinar e Aprender em parceria com a ARIL (Associação de Reabilitação Infantil de Limeira – Filial Iracemápolis), por meio da Rede de Projetos.

A projetista nos escreveu contando a sua trajetória que tem mudado a vida das crianças portadoras de deficiência de sua cidade. Tanto, que foi tema de reportagem de TV para o Jornal de Limeira. Conheça um pouco da história de Simone e sua iniciativa.


Já conhecia a rede de projetos, e já estava com vontade de fazer algo, mas como sou sozinha no posto achei que não conseguiria. Foi quando participei do Encontro regional na cidade de São Paulo, nos dias 21 e 22 de julho/2010.

Lá encontrei outros projetistas que desenvolvem projetos sozinhos,tive muito incentivo por parte do pessoal da rede, escola do futuro, toda equipe do acessa e monitores.

Então comecei com um projeto de 10 pessoas que foi o “Estudantes pesquisando na net”, onde trabalhamos com pesquisa na internet, navegação segura e google doc’s, foi bem fácil, pois usamos o material baseando no EAD para monitores.O projeto deu certo, vi bom resultado, onde estas 10 crianças passaram para outras. Então resolvi que queria fazer um novo projeto.

Aqui perto do posto tem a Aril (Associação de Reabilitação Infantil de Limeira – filial Iracemápolis), eles passavam aqui na frente, paravam na porta e ficavam olhando, mas nunca entravam, mesmo que eu os convidasse. Percebia que tinham muita vontade, curiosidade e ao mesmo tempo eram muito tímidos.

Então fui até a Associação e conversei com a Coordenadora, que mostrou muito entusiasmo, uma vez que a associação não dispõe de sala de informática. Na mesma hora ela chamou a Assistente Social e nós estudamos um horário, pois lá desenvolvem também oficinas de artesanato.

Demos início ao projeto no dia 24/08/2010, com duas turmas ( uma no período da manhã e outra no período da tarde), todas às terças-feiras. São atendidas 18 crianças e adolescentes (11 a 25 anos), portadoras de necessidades especiais.

Não encontramos muitas dificuldades, uma vez que três professoras que participam do projeto já conhecem o ritmo de cada aluno, e ajudam muito. Entre as atividades que desenvolvemos estão coordenação motora, jogos educativos, educação ambiental, educação trânsito, artesanato, uso de editor de texto, kolourpaint, vídeos, navegação na Web e muitas outras relacionadas ao que está sendo ensinado na instituição.

O projeto tem o objetivo da inclusão digital e social destas pessoas, e conseguimos.

Hoje eles frequentam o posto normalmente, mesmo nas férias da instituição, junto com todos os usuários, e inclusive fizeram novas amizades. O posto tornou-se um ambiente acolhedor e estimulante para eles, assim como para todas as outras crianças e adolescentes que já o frequentam. Já conseguimos fones de ouvido para eles ouvirem músicas e assistirem a vídeos.

Para mim foi muito gratificante. Como o próprio nome do projeto diz Conhecer, Ensinar e Aprender: conheci pessoas muito especiais, ensinei algo novo para elas e principalmente, aprendi muito.

BLOG REDE DE PROJETO

http://rede.acessasp.sp.gov.br/blog/511

BLOG POSTO

http://acessairacemapolis.blogspot.com

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *