Texto: Isabela Meleiro

Até o dia 28 de janeiro, estão abertas as inscrições do projeto Fábrica da Madeira. São 60 vagas destinadas à capacitação na área de marcenaria. A parceria entre a Semdet – Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho e o Instituto Leo Madeiras visa oferecer qualificação profissional gratuita e proporcionar a inserção de pessoas no mercado de trabalho.

Os beneficiários do projeto terão noções de utilização de ferragens, desenhos de marcenaria, criação de artigos e móveis, tecnologia , acabamento e prática profissional. Além disso, haverá aulas destinadas à ética, cidadania e meio ambiente.

A Semdet, por meio do POT – Programa Operação Trabalho, fornece bolsa-auxílio mensal no valor de R$ 378 aos alunos. As condições para se inscrever são: trabalhadores desempregados, que não recebam o seguro-desemprego, moradores da cidade de São Paulo, no mínimo, há um ano, pessoas com idade superior a 18 anos e renda familiar de meio salário mínimo por pessoa.

O início do curso está programado para o dia 14 de fevereiro. Serão 240 horas de capacitação em 90 dias letivos. As vagas disponíveis serão distribuídas entre as ONGs: Promove – Vila Penteado (av. Padre Orlando Garcia da Silveira s/n°, alt. 34) e Projeto Anchieta, Grajaú (rua Alziro Pinheiro Magalhães, 580), parceiras do projeto. Os interessados devem comparecer a um dos endereços.Até o dia 28 de janeiro, estão abertas as inscrições do projeto Fábrica da Madeira. São 60 vagas destinadas à capacitação na área de marcenaria. A parceria entre a Semdet – Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho e o Instituto Leo Madeiras visa oferecer qualificação profissional gratuita e proporcionar a inserção de pessoas no mercado de trabalho.

Os beneficiários do projeto terão noções de utilização de ferragens, desenhos de marcenaria, criação de artigos e móveis, tecnologia , acabamento e prática profissional. Além disso, haverá aulas destinadas à ética, cidadania e meio ambiente.

A Semdet, por meio do POT – Programa Operação Trabalho, fornece bolsa-auxílio mensal no valor de R$ 378 aos alunos. As condições para se inscrever são: trabalhadores desempregados, que não recebam o seguro-desemprego, moradores da cidade de São Paulo, no mínimo, há um ano, pessoas com idade superior a 18 anos e renda familiar de meio salário mínimo por pessoa.

O início do curso está programado para o dia 14 de fevereiro. Serão 240 horas de capacitação em 90 dias letivos. As vagas disponíveis serão distribuídas entre as ONGs: Promove – Vila Penteado (av. Padre Orlando Garcia da Silveira s/n°, alt. 34) e Projeto Anchieta, Grajaú (rua Alziro Pinheiro Magalhães, 580), parceiras do projeto. Os interessados devem comparecer a um dos endereços.

Categorias: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *