Programa oferece bolsa integral a universitários interessados em atuar nos finais de semana como educadores em escolas públicas que participam do programa Escola da Família

O programa Bolsa Universidade da Secretaria de Estado da Educação está com inscrições abertas. São mais de cinco mil vagas para estudantes universitários interessados em atuar aos finais de semana como educadores do programa Escola da Família em escolas públicas de todo o Estado. Para se candidatar é preciso estar regularmente matriculado em uma instituição de ensino superior conveniada por meio do programa à Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), não receber outra bolsa, financiamento ou similar, proveniente de recursos públicos e ter disponibilidade para atuar como educador universitário aos finais de semana.

O prazo para inscrições vai até o dia 12 de abril e, para efetuá-las, os interessados devem acessar o site http://escoladafamilia.fde.sp.gov.br, que também dispõe da lista das instituições de ensino conveniadas.

O estudante contemplado receberá bolsa integral de seu curso, custeada pela Secretaria – que arca com o valor proporcional a 50% da mensalidade (desde que este não seja superior ao teto de R$ 267) – e pela instituição de ensino, que completa o restante do valor. Em contrapartida, o universitário atuará como educador nas unidades do Escola da Família, auxiliando no desenvolvimento das atividades previstas pelo programa.

Outras informações podem ser obtidas junto à Central de Atendimento da FDE (Fundação para o Desenvolvimento da Educação), pelo telefone 0800 777 0333 ou pelo email escoladafamilia@fde.sp.gov.br.

Sobre o programa Escola da Família

Desde 2003, o Escola da Família aproxima sociedade e escola promovendo a integração de estudantes, crianças, jovens, adultos e idosos com um trabalho que sociabiliza, diverte e educa a população. Por meio do programa, as unidades escolares da rede pública de São Paulo são abertas aos sábados e domingos à comunidade local, para realização de atividades voltadas ao esporte, à cultura, à saúde e ao trabalho (que são os quatro eixos do programa).

As atividades são promovidas com o auxílio de profissionais da Educação, voluntários e educadores universitários e visam à inclusão social, tendo como foco o respeito à pluralidade e uma política de prevenção que concorra para uma qualidade de vida cada vez melhor.

Fonte: Secretária de Educação

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *