Além de fontes terapêuticas, cidade tem clima montanhoso e rua dedicada ao comércio de produtos locais

Uma cidadezinha no alto da serra, cuja vegetação intensa, quando vista de longe, a torna muito escura, dando assim origem a seu nome: Serra Negra. Saindo da capital, pela rodovia Anhanguera, a uma distância de 152 km, a Estância Hidromineral de Serra Negra tem como forte o turismo de compras e rural.

Além disso, também ganhou o título de “Cidade da Saúde” por conta das fontes de água mineral com poderes terapêuticos aliadas ao clima de montanha. Localizado ao lado da praça principal, e também sede da prefeitura, o Parque das Fontes preserva duas fontes com águas medicinais. A dos Italianos e a ão Carlos, cada uma com seus tratamentos específicos.

O comércio local apresenta grande variedade de produtos em lã, linha, couro, artefatos de madeira e laticínios. Tudo a um preço que deixa qualquer morador da capital de queixo caído. A Rua Coronel Pedro Penteado centraliza a maioria das lojas com os produtos de fabricação local.

Já o turismo rural oferece a visitação em propriedades que desenvolvem desde o plantio de café e cultivo de produtos orgânicos à fabricação de queijos e vinhos. A Cachoeira dos Sonhos, de propriedade particular, é aberta ao público e também entra na rota ecológica. Além da queda d’água natural e a natureza preservada, o local possui restaurante, piscinas e chalés para aluguel.

Outra atração natural é o Parque e Represa Dr. Jovino Silveira, onde está localizada a fonte Nossa Senhora de Lourdes. O local, que também funciona como estação de tratamento de água, é muito procurado para observar pássaros e fazer trilhas. O turista pode ficar despreocupado com uma estrutura de quiosques para piqueniques e churrascos, sanitários, lanchonete, pista de bocha e playground.

Para recepcionar o turista, a cidade conta com uma ampla estrutura hoteleira, que pode ser comprovado através de luxuosos hotéis, como também junto ao ambiente familiar e informal dos hotéis fazenda.

E para quem quiser aproveitar os meses de junho e julho, com as férias escolares, a cidade é conhecida pelas festas juninas e já tradicionais que ocupam o centro de Serra Negra nas noites frias de inverno. Entre elas, estão: a Festa da Igreja de São João Batista, o Arraial da cidade, a Festa Julina, o Festival de inverno e a Carreata São Cristóvão.

Fonte: SP Notícias

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *